‘Óleo de coco é tão ruim quanto veneno puro’, alerta professora de Harvard

22/08/18 às 10:41 – O Globo

x68535670_oleo-de-cocoPARA-MATERIAS-DE-SOCIEDADE.jpg.pagespeed.ic_.NQuedozZkr

Foto: G-Stock Studio/Shutterstock.com

Um discurso de uma renomada especialista em saúde pública contra o uso do óleo de coco viralizou no YouTube, alcançando mais de 800 mil visualizações. No vídeo, a médica Karin Michels questiona os supostos benefícios da substância e dispara: “(O óleo de coco) É tão ruim quanto veneno puro”.

Karin é professora da Escola de Saúde Pública da Universidade Harvard, nos EUA, e diretora do Instituto de Prevenção e Epidemiologia de Tumores da Universidade de Friburgo, na Alemanha. A afirmação que levou o vídeo a ser tão assistido foi feita durante uma palestra intitulada “Óleo de coco e outros erros nutricionais”. O evento foi realizado na na Universidade de Friburgo. Continuar lendo

Cientistas explicam porque as aves não têm dentes

Artigo publicado na terça (22) contesta evidências científicas anteriores sobre a evolução do bico sem dentes

23/05/18 às 10:11 – Do AFP

231058,475,80,0,0,475,365,0,0,0,0Mutum – Foto: Divulgação

Teriam as aves perdido os dentes para facilitar o voo? Ou bicospontudos seriam mais eficientes para comer minhocas do que as mandíbulas de seus ancestrais, os dinossauros?

Nenhuma das respostas acima. Na verdade, as aves desistiram dos dentes para apressar a maturação dos ovos, sugere um artigo publicado terça (22) e que contesta evidências científicas anteriores sobre a evolução do bico sem dentes. Continuar lendo

Carro autônomo da Uber pode não ser culpado por morte de pedestre, diz polícia

20/03/18 às 12:05

carr
O carro do acidente e a bicicleta da vítima – Foto: Reprodução / ABC

Na última segunda-feira, 19, um carro autônomo da Uber se envolveu no primeiro acidente fatal deste tipo de tecnologia. O veículo atropelou uma mulher em Tempe, Arizona, nos Estados Unidos, que morreu a caminho do hospital.

Já nesta terça-feira, 20, surgiram mais detalhes sobre o ocorrido. A chefe de polícia que acompanha o caso, Sylvia Moir, disse ao jornal San Francisco Chronicle que “preliminarmente”, o carro “provavelmente não teve culpa” pelo acidente.

O acidente aconteceu no início do dia numa rodovia movimentada. O carro da Uber estava circulando com o modo autônomo ativado e, segundo a polícia, estaria entre 61 e 64 quilômetros por hora, numa via em que o limite é de 72 quilômetros por hora.

O The Verge, o sargento Ronald Elcock afirmou que o carro não diminuiu a velocidade antes de se chocar com a pedestre, uma mulher chamada Elaine Herzberg, de 49 anos. Ainda havia um motorista de segurança no carro, um funcionário da Uber chamado Rafael Vasquez, de 44 anos. Continuar lendo

Mulher morre após ser atropelada por carro autônomo da Uber

19/03/18 às 21:43

uber-carro
Reprodução

Uma mulher morreu após ser atingida por um carro autônomo da Uber nos Estados Unidos. O acidente fez a empresa interromper os testes com seus veículos autônomos. Na cidade de Tempe, no estado do Arizona, nos Estados Unidos, a mulher que atravessava a rua foi atingida por um veículo da Uber que fazia testes pela região. Ela foi levada a um hospital da região mas não resistiu aos ferimentos, segundo o New York Times.

O veículo estava no modo autônomo no momento do acidente, de acordo com a polícia de Tempe, e um operador estava atrás do volante. As autoridades locais também dizem que a vítima atravessava a rua fora da faixa de pedestres. É o primeiro caso registrado de acidente fatal envolvendo um carro autônomo. A Uber diz que está colaborando com as autoridades, e também confirmou que os testes foram suspensos não apenas em Tempe, mas também nas outras cidades em que eles estavam sendo realizados.

Do Olhar Digital 

IBM apresenta menor computador do mundo

Nesta segunda-feira (19) durante a IBM Think 2018, foi apresentado o menor computador já criado na história da tecnologia

19/03/18 às 17:00

pc
Foto: Reprodução 

“Tamanho não é documento”, não mesmo, apesar de caber na pontinha do dedo, o computador lançado pela IBM nesta segunda-feira (19), durante o Think 2018, em Las Vegas, tem o poder de processamento do chip x86 de 1990. O minicomputador está longe da capacidade disponível nos computadores atuais, mas comparado a seu tamanho é impressionante.

A princípio a ideia é “monitorar, analisar, comunicar e até mesmo agir com dados” de blokchain,  ajudado em tarefas como rastreamento de produtos, detecção de fraudes e pequenas ações relacionadas à inteligência artificial. O custo dessa “belezinha” é menos de US$ 0,10 para ser fabricado. O protótipo está sendo testado por pesquisadores e ainda não há uma previsão para que chegue ao mercado.

Por Rodrigo Lima, colaborador do Blog do Andros