05/10/2020 às 09:55 – Por Elexsandro Araújo / Colunista Blog do Andros

Állidan Rafael, mais conhecido como Walli, é um jovem de 20 anos de idade, pernambucano. Já viajou para 19 países e através das suas redes sociais traz dicas de como viajar gastando pouco.

Elexsandro Araújo: Rafael, bem-vindo! A primeira pergunta já será a que muitos dos leitores já vão querer saber imediatamente. É possível viajar sem gastar muito? Pode nos trazer algumas dicas?

Állidan Rafael – Com toda certeza é possível viajar gastando pouco, é exatamente dessa forma que viajo sempre e conheci 19 países… Afinal, como sempre comento com as pessoas que me acompanham, se eu não viajar dessa forma, não consigo viajar (risos). Para todo, absolutamente todo lugar do Mundo, é possível ir gastando muito ou pouco, só basta pesquisar e correr atrás dos detalhes com paciência. Para as pessoas que gostam de viajar, têm sede de Mundo e não são tão afortunadas, como eu, a chave está na palavra PRIORIDADE. Só basta priorizar… Precisa comprar mesmo essa roupa? Será que preciso mesmo sair esse final de semana para esse restaurante? Não dá pra começar a comer mais em casa? Será que preciso mesmo trocar de celular agora? E essa bolsa, preciso trocar? Será que é saudável financeiramente estar frequentando sempre as festas que vou? Não sugiro que você pare sua vida por causa disso, mas se você quer mesmo conhecer esse Mundo tão maravilhoso, talvez esteja faltando abrir mão um pouco de certas vaidades. Meus amigos olham pra uma foto minha em Paris e me chama de rico, mas estão todo final de semana em uma festa diferente, tomando todas… Somente a prioridade é outra!

Qual o motivo de ser chamado de Walli?

Isso surgiu faz um bom tempo. Muitas pessoas (inclusive meu pai) me diziam que eu parecia com Wally, do joguinho de antigamente chamado “Onde Está Wally?”. Eu sempre levava isso na esportiva… Até que um belo dia, um seguidor me sugeriu alterar o nome do meu Instagram, porque “ia pegar e eu ganharia milhões de seguidores”… (risos)! Bom, pegou mesmo, pois hoje sou mais conhecido por Walli do que meu próprio nome, só faltou a parte dos milhões de seguidores!

Você já percorreu por 19 países. Como se deu esse processo? Sempre gostou de viajar?

Sempre amei viajar. Amo história, amo geografia, amo conhecer novas culturas, amo nosso lindo e mágico planeta… Tenho impressão que a melhor coisa a se fazer na vida é viajar. Os aprendizados e as experiências ninguém pode roubar de você, é para toda a vida. Podem roubar seu carro, mas isso ninguém rouba. Além disso, lidar com outras culturas te torna uma pessoa mais tolerante, mais respeitosa, mais culta.. Certamente se, num cenário utópico, todos no Brasil viajassem para outros países pelo menos uma vez na vida, teríamos um país incrivelmente melhor. Viajar transforma. Aos 20 anos, estive em 15 estados do Brasil e na Argentina, Peru, Paraguai, Uruguai, Chile, Bolívia, Estados Unidos, Bélgica, Luxemburgo, Países Baixos, Inglaterra, França, Suíça, Itália, Áustria, Alemanha, Irlanda e Irlanda do Norte. Viagem marcada para Maldivas, Catar e Grécia. A sede não para, o nosso Mundo, aliás, nossa casa é incrível! Vão conhecer, será a melhor decisão da vida de vocês!

Suas viagens são com outras companhias ou sozinho?

Eu viajo sozinho e acompanhado. Depende da viagem. Prefiro viajar acompanhado, mas nem sempre tenho essa oportunidade. Não posso esperar alguém estar disposto(a) a ir comigo, preciso viver a vida, não posso esperar sempre o momento perfeito. Embora prefira viajar acompanhado, estar sozinho numa viagem também é uma experiência fantástica para autoconhecimento. Sugiro fazer isso no mínimo uma vez na vida, é importante!

Seu Instagram já soma mais de 10K de seguidores. Como se sente influenciando pessoas, mesmo ainda sendo tão jovem?

Não sei bem como lidar, sinceramente. O poder da internet é muito incrível, mais do que eu posso mensurar. Me sinto uma pessoa normal, fico deslumbrado quando recebo mensagens de pessoas falando que sou inspiração, recebo muito carinho e quase desmaio de vergonha, nas poucas vezes que aconteceu de me reconhecerem na rua e pedirem para tirar foto comigo. É algo muito, mas muito legal mesmo! Espero que eu possa utilizar desse meu “poder” para espalhar mais ainda a mensagem e as dicas, a fim de ajudar cada vez mais, as pessoas de realizarem seus sonhos. (OBS: no que se trata de redes sociais, 10.300 seguidores ainda é pouquíssimo. A internet é incrível)

“Com toda certeza é possível viajar gastando pouco, é exatamente dessa forma que viajo sempre e conheci 19 países”

Você cursava engenharia mecânica na UPE e mudou para administração, teve algum motivo específico?

Sim! A vida inteira eu queria (e só queria) ser engenheiro mecânico. Cheguei a cursar na UPE, mas no quarto período, larguei pois tive a certeza que não queria trabalhar com isso, não queria trabalhar com máquinas, quero trabalhar com gente, quero trabalhar com viagem, quero trabalhar com algo relacionado a realização de sonhos. Assim, decidi abrir uma agência de viagens, que está começando agora, tudo muito no início, mas se Deus quiser, vai crescer muito e ajudar muitas pessoas Brasil afora. Atrelado a isso, estou cursando, também na UPE, Administração, pois acho que vai me auxiliar nessa empreitada.

Sua família apoia seus projetos enquanto influencer?

Mais ou menos. Muitos não entendem ainda como funciona isso de “influenciador digital”, pois é uma atividade super nova. Mas todos morrem de orgulho quando entra algum trocadinho e quando mostro feedbacks de pessoas que eu ajudei de alguma forma. Graças a Deus, tá sendo algo cada vez mais rotineiro.

Quem é Állidan Rafael?

Essa pergunta foi a mais difícil (risos). Sou um jovem sonhador, pernambucano, torcedor do Náutico, amante do meu estado e do meu país, apaixonado por música, muito simpático, que adora “utopias”, pois tenho grandes planos e só curto sonhar alto. Espero me tornar um ser imortal, alguém que não seja esquecido depois da minha 3ª geração. Quero deixar marcas positivas na vida das pessoas, em grande escala e espero muito fazer isso através das viagens.

Deixe uma mensagem para as pessoas que acham que nunca irão conseguir viajar, muito menos para fora do Brasil.

Gostaria de começar dizendo que, se você pensa assim, coloco minha mão no fogo que está ERRADO(a). O primeiro passo é aceitar que você consegue SIM. Utilize o poder da prioridade. Foque nisso! O seu poder aquisitivo e seu salário só vai definir se você vai conseguir fazer sua viagem dos sonhos mais cedo ou mais tarde, mas que, através das prioridades você vai conseguir fazer, isso é FATO! Me deixo totalmente à sua disposição para ajudar como eu puder. Só me chamar, vai ser um imenso prazer! Contem comigo!

Állidan, muito obrigado por sua brilhante participação!

Não há de que. Eu que agradeço pelo convite, do fundo do coração. Foi um prazer imenso participar desse quadro. Se eu puder ajudar/inspirar uma só pessoa, já valeu a pena. Obrigado, obrigado e obrigado pela oportunidade!

Redes sociais do Állidan Rafael:

Instagram: @ondeestawalli
YouTube: www.youtube.com/c/OndeestáWalli

enp

Dr. Elexsandro Araújo é Fisioterapeuta, Especialista em Saúde do Idoso, Diretor Clínico da EA Terapias Integradas HOME, Professor, Palestrante, Escritor, Colunista e Cantor.

Contato: elexsandroaraujo@outlook.com
Instagram: @elexsandroaraujo