05/09/2020 às 11:33 – Por Andros Silva

Amaro Vila Rica, um pré-candidato a vereador de oposição ao prefeito Anderson Ferreira, popular em Jaboatão Centro, principalmente dentre os desportistas daquela área, entrou em contato com este Blog para pedir a publicação do que ele chamou de “nota de repúdio”.

A atenção de Amaro está voltada para o nosso post intitulado: “No futuro Parque Jefferson de Freitas” onde faço uma rápida cobertura sobre o que vi em minha voluntaria e descompromissada visita ao local, ocorrida na quinta-feira (03).

No texto enviado via nosso WhatsApp (98356-8441) o pré-candidato filiado ao Democracia Cristã (DC) classificou como “um crime” a nova obra, talvez querendo fazer alusão a morte do antigo campo de futebol que existia ali e disse haver “falsos desportistas”, o qual contribuíram para a morte do velho Jefferson de Freitas acontecer… “Eles ficam pagando de amigo do futebol do nosso município”, disparou, além de não achar “necessário destruir o campo através de uma forma ditadora”.

Como este espaço é altamente democrático, publicamos as palavras, digamos raivosas, de Amaro na íntegra… Confira!

“Um crime amigo Andros Silva, nunca fomos contra a academia, apenas discordamos do local e de acabar com o Estádio Jefferson de Freitas com uma história de 88 anos, pra se obter uma nova ferramenta. Não seria necessário destruir o campo através de uma forma ditadora, sem ouvir os desportistas e clubes do futebol amador de Jaboatão. Vale salientar os falsos desportistas que contribuíram pra isso acontecer e ficam pagando de amigo do futebol do nosso município. Essa é a humilde opinião de uma pessoa que ama Jaboatão e o esporte”.

Amaro Vila Rica, pré-candidato a vereador em Jaboatã
o