29/08/2020 às 16:17 – Por Andros Silva

curvaA assessoria de imprensa da Prefeitura do Jaboatão, sempre tão atenciosa, anda meio calada diante de alguns questionamentos feitos por este Blog. Ainda assim, como manda o bom jornalismo… “Ouvir ambos os lados”, entramos em contato para saber se existe para Jaboatão Centro, projeto parecido ao que será implantado na área tida como “nobre” da cidade, uma ciclofaixa de 9,5 quilômetros, ligando os bairros de Piedade, Candeias e Barra de Jangada.

Particularmente sou contrário aos surgimentos de faixas para veículo de propulsão humana, dotado de duas rodas apenas aos domingos e feriados. Bicicleta deixou de ser apenas item de lazer faz tempo, passando a ser usada também, inclusive, por quem precisa complementar a renda diariamente. Claro que um estudo precisará ser feito, existem vários obstáculos no caminho de uma avenida que não foi projetada em seus alicerces para receber uma fita exclusiva para os amantes dos pedais, no entanto, quem vai de Vila Rica ao bairro de Socorro de bicicleta, por exemplo, precisa se apegar as suas crenças, para conseguir chegar ao destino, se espremendo no canto da pista, na esperança de não ser pego em cheio por um veículo. Aqueles que passam na “Curva do Caranguejo” (foto),  sobre duas rodas não motorizadas, sabem do que estamos falando. Na área o sentido dos veículos são bidirecionais (dois sentidos) e geralmente uma ciclofaixa vai no mesmo sentido de direção dos automóveis, mas com carinho, se encontra um jeito.

No detalhe… A foto é do internauta Lucas e foi extraída de uma página dedica a promover Jaboatão no Facebook. A imagem foi postada em 2018 pela primeira vez aqui no Blog.