14/08/2020 às 14:15 – Por Dr. Bruno Canto/Médico Angiologista

bruno
Bruno Canto/Divulgação

A oxigenoterapia hiperbárica (OHB) é uma modalidade terapêutica adjuvante em diversas condições patológicas, que consiste na oferta de oxigênio puro a 100% (respiramos ar ambiente em torno de 20%) em um ambiente pressurizado.

O oxigênio é a matéria-prima que todos os mecanismos de cicatrização utilizam. A regeneração dos tecidos, o combate à infecção, tudo depende dele. Pode-se dizer até que 95% das feridas que não cicatrizam, tanto as agudas quanto as crônicas, não o fazem por falta de oxigênio.

O mesmo apresenta as seguintes funções nesta modalidade de tratamento: efeito antibiótico (diminuindo e combatendo a proliferação de bactérias no tecido), diminuição do edema, neovascularização e angiogênese (formação de novos vasos sanguíneos que melhoram a “chegada” do oxigênio no tecido lesionado), síntese de colágeno (formação de tecidos saudáveis de cicatrização), proliferação de fibroblastos (outro componente da cicatrização) e estimulação à atividade osteoclástica e osteoblástica (destruindo células antigas do osso e formando novas células ósseas saudáveis).

O consumo de oxigênio puro sob elevada pressão atmosférica pode beneficiar a saúde ao melhorar o funcionamento vascular do organismo. O mecanismo de atuação norteia a oxigenoterapia hiperbárica, braço terapêutico da medicina baseado no uso do gás em câmaras pressurizadas.

“O oxigênio é a matéria-prima que todos os mecanismos de cicatrização utilizam. A regeneração dos tecidos, o combate à infecção, tudo depende dele”

Dentro das cápsulas, a quantidade de oxigênio transportado pelo sangue chega a ser 20 vezes maior, o que fortalece as funções essenciais das células e proporciona vários benefícios. Na Clínica Regenere, optamos pelas câmaras individuais, que são mais modernas e evitam o contato entre os pacientes.

A terapia proveniente da medicina hiperbárica é indicada para o tratamento de várias disfunções físicas relacionadas ao sistema circulatório. Acelera a cicatrização de feridas crônicas e agudas, auxilia no combate a infecções e fungos, compensa a deficiência de oxigênio por doenças vasculares, ajuda na regeneração de queimaduras e na recuperação de tecidos no pós-operatório.

Contribui com o tratamento de lesões ósseas, intestinais, cerebrais e da bexiga e intensifica a cicatrização de cirurgias plásticas. A pressão causada pelo volume maior de oxigênio também atua sobre o entupimento e desgaste dos vasos sanguíneos – ou mesmo a destruição traumática por esmagamento ou amputação.

É, enfim, um ramo da medicina com inúmeras potencialidades regenerativas e com aplicação não invasiva para os pacientes porque consiste apenas na oferta de oxigênio pressurizado.

Dr. Bruno Canto/Médico Angiologista
CRM-PE: 15960 | RQE: 1562/63
@drbrunocanto

Este espaço tem como titular o Dr. Elexsandro Araújo. A página é compartilhada com os colegas que assim como ele, atuam na área da Saúde.

enp
Dr. Elexsandro Araújo é Fisioterapeuta, Especialista em Saúde do Idoso, Diretor Clínico da EA Terapias Integradas HOME, Professor, Palestrante, Escritor, Colunista e Cantor.

Contato: elexsandroaraujo@outlook.com
Instagram: @elexsandroaraujo