10/08/2020 às 10:11 – Por José de Siqueira / Colunista Blog do Andros

Zona_N_491961742_152382686_1024x576
Reprodução

Há pessoas que não comem quentinha, dizem ser comida de pobre, prato feito não enobrece ninguém. Há os que adorariam comer uma quentinha, bem saborosinha, e não a têm, morrem de fome a falta do que comer, anonimamente, desimportantemente. Quem os mata, assassina aos montes, distantes para que não se saiba, não se culpem nem se peguem com remorso, nem se sintam homicidas indecentes.

Há os que recusam alimentos requentados, dizem que requente só fica bem na vingança, ignoram ser vingança prato indigesto, ou se come em hora certa ou se é comido nele. Há os que ingerem esse alimento pelas beiradas, saboreando-o a longo prazo, gota a gota, deliciando-se como se quisessem que não acabasse, esquecidos de que vingança é como bumerangue, sujeita-se à lei do retorno, do vai-e-volta.

“Quem os mata, assassina aos montes, distantes para que não se saiba, não se culpem nem se peguem com remorso, nem se sintam homicidas indecentes”

Pensa diferente quem sofre os efeitos da roubalheira, falta de alimento, de emprego, de educação, de tratamento adequado na pandemia. O orçamento bilionário do coronavírus, trata menos doentes do que protege ladrões. Matar os corruptos todos, bem que o mereciam. Fidel Castro certamente diria: “Me gusta mucho”, Hitler talvez dissesse o mesmo na linguagem fascista.

Bolsonaro não diz igual, malgrado promessa simbólica de campanha, porque tem coração mole e muitos amigos suspeitos. Não atiraria a primeira bala como ninguém jogou a primeira pedra na mulher adúltera. Assassínio ou fuzilamento é pecado capital. Melhor eliminar ladrões dos cofres públicos, magnatas da política e da corrupção, pela via eleitoral, negar-lhes a votação essencial a que subsistam, vingança popular necessária, legal, inteligente.

De dois em dois anos há eleição. Dá para começar treinando, sem limpar sujeira com sangue.

siqueirasobre
José de Siqueira Silva é Cel da PMPE,
mestre em Direito pela UFPE,
professor de Direito na faculdade
FOCCA e ex-deputado estadual

Contato: jsiqueirajr@yahoo.com.br