Markinhos Moura ícone dos anos 80, ficou conhecido com a música “Meu mel” e sempre causou dúvidas nos fãs sobre sua condição sexual

16/07/2020 às 23:53 – Da assessoria para o Blog do Andros

m
Markinhos Moura/Divulgação

Se assumir gay nunca foi uma decisão fácil para alguns artistas, principalmente aqueles que viveram numa época onde o preconceito sempre foi escancarado, engana-se quem pensa que melhorou muito.

Markinhos Moura ícone dos anos 80, ficou conhecido com a música “Meu mel” e sempre causou dúvidas nos fãs sobre sua condição sexual. E só agora numa entrevista exclusiva para o Canal Lisa, Leve e Solta da Jornalista Lisa Gomes revelou que nunca viveu no armário, “Não é problemas pra mim, acho ótimo, quem quiser entender que entenda, eu nunca estive dentro de armário, sempre estive fora, abrindo a porta e fechando pra quem quisesse entrar. Eu sou gay e sempre fui”.

Markinhos não nega que já foi cercado de pessoas querendo algo a mais, “O sexo não é prioridade na minha vida, já foi, embora eu esteja totalmente em forma, sem azulzinho, nem nada” brincou.

As relações amorosas de Markinhos Moura sempre foram sigilosas e poucas deram certo, primeiro pela exposição e segundo por respeito a sua mãe, “Eu tenho 20 dedos podres pra relação. Tem muita coisa que eu discordo, eu sempre tive muito respeito por uma senhora chamada Maria Sampaio Moura que é minha mãe, pra não respingar pra ela. Nunca disse nada, só não levantei bandeiras, nunca quis ser ícone de nada, sou o que sou e pronto. Não tenho obrigação de me explicar” concluiu.