20/06/2020 às 22:11 – Por Sidha Moitinho / Colunista Blog do Andros

carasebocas
Foto: Ryan McGuire on Pixabay

anuncio-whats

Hoje acordei assim, feliz com o sol brilhando intensamente, espalhando saúde e vigor. Você pode, também, sentir a majestade do Rei do sol, que Não é o sol, mas O CRIADOR do sol-Deus grande e maravilhoso em tudo que criou e faz!

E não menos de repente, estou aqui para falar de política, não no sentido científico, nem me atrevo ao filosófico, porém, e com certeza, posso falar do cotidiano, daquelas coisinhas que enchem o saco da gente e que todo dia anunciam a safadeza política dos políticos brasileiros em quase toda sua totalidade, mas que bom, né? Sobram alguns pra gente dizer: “Tem exceções!” Podemos nos dá o luxo de gostar desses poucos, até votar neles, quem sabe?

Fica o conselho: Se depois de eleitos, essa sobrinha aí, passarem na cara de pau para a banda de lá, a gente, simplesmente, risca seus nomes da nossa agenda, “uai”!!!

Sejamos sinceros, sigamos pedindo a Deus, que nos dê estômago e a força necessária para sobrevivermos no país da safadeza e de uma política cheia de molecagem. Político corrupto e enganador, além de bandido, é moleque!

E quanto àqueles que não decepcionaram ainda? Perguntar-me-ia, você? Bem, eu sigo com eles. E você? Pensando bem… Tem um que me decepcionou grandemente, mas vou seguir com ele, porque o Brasil ainda precisa dele… E isso, amigos, é num sentido que você precisaria vir comigo dá uma olhadinha no mundo espiritual. Depois, diz o Senhor: “O cair é do homem e o levantar é de Deus.”

“Sobram alguns pra gente dizer: “Tem exceções!” Podemos nos dá o luxo de gostar desses poucos, até votar neles, quem sabe?”

Não estou sendo contraditória, vou explicar: uma coisa é tomar decisões erradas, agir pela emoção, fazer umas “porcarias” e até defender interesses próprios, seguindo a direção dos seus sentimentos e, outra bem diferente, é ser corrupto, ladrão, enganador e ainda odiar o divino Deus e matar o meu povo na unha. Os homens bons e bem-intencionados podem cometer ERROS, enquanto homens maus cometem CRIMES.

Nossos políticos se apresentam de muitas mineiras, com muitas facetas, no interior de seus corações, dispõem de uma coleção de máscaras: tem aquela especial para a esposa traída, outras para os filhos, várias para usar em época de campanha, umas para fingir que criam projetos, diversas que estão preocupados com o povo, e mais umas mil para votar os projetos uns dos outros, incluindo os do poder executivo, ainda têm as máscaras sofisticadas para mostrarem-se na mídia e uma própria para não se misturar com o povo… Usando tantas máscaras, já não reconhece a própria imagem refletida no espelho… Ah! Têm, também, as máscaras para cada uma das suas amantes e a máscara de “amigo”.

Não podemos esquecer que esses políticos adoram usar maquiagem nas obras que executam, seja lá no Congresso Nacional, no STF (agora “politicado”, isso, “politicado” mesmo), ainda nas Câmaras Municipais, nas prefeituras, nos Palácios dos Governos estaduais, enfim, gente boa… Eles vivem de máscaras para se darem bem em tudo onde estão metidos… Além de máscaras, sabem usar a perfeição da maquiagem para deixar tudo um pouco mais cinza pra nós brasileiros.

No fim de tudo, tudo que nos resta são suas CARAS E BOCAS e uma POLÍTICA MUITO SUJA… E a boca? Vixe! Fala do que o coração está cheio, então, é por isso que a maioria dos políticos usa palavras enganosas… Seus corações estão no vácuo: sem amor a nação e ao próximo, sem empatia, sem temor ao Criador… Contudo, cheios do veneno de falsidade, soberba e ganância… Eles pensam que viverão para sempre… E aí será que vão mesmo viver para sempre?

Novas eleições chegando… Depende de desobstruir nossos ouvidos, arregalar nossos olhos e pedir a Deus discernimento… Uma coisa é certa: “Só pelo fruto conheceremos a árvore”, diz a Bíblia… Então… Vá atrás dos frutos do seu político de estimação e você saberá que tipo de pessoa ele é…

Deus abençoe a todos! Deus abençoe o Brasil, Jaboatão dos Guararapes, em nome de Jesus. Beijos.

sidhanovap
Sidha Moitinho é uma baiana que cresceu em Brasília, apaixonada por Pernambuco, mora em Jaboatão dos Guararapes há mais de 18 anos, cidade que ama e pela qual luta.

É comunicadora social, bacharel em teologia, pastora, cineasta, coordenadora literária e escritora. Sidha ama escrever para crianças, atualmente vem promovendo seu conto infantil ‘Paulinho e o Vento’.

Contato: sidha.moitinho@gmail.com
@sidha_moitinho