25/05/2020 às 14:00 – Por Sidha Moitinho / Colunista Blog do Andros

pai
“Eu quero ser a mão que aponta Cristo O CAMINHO VIVO para nossa salvação”. Foto: Reprodução do site O Segredo

Por todos os lugares por onde ando, vejo rostos felizes e também faces sofridas, pessoas amáveis e outras vazias de amor, compaixão, empatia… Pelas estradas por onde a vida vai nos conduzindo encontraremos gente de todo jeito, mas certamente, não quero ser de todo jeito para aqueles que me encontrarem…

Eu quero ser a mão que aponta Cristo O CAMINHO VIVO para nossa salvação. Quero ter força para carregar sobre meus ombros o coração abatido. Quero ser o peito largo e sereno, para alguém recostar sua cabeça, nos dias amargos… Desejo estar com meu coração preparado para dividir o que for preciso. Quero manter meus braços abertos e, no meu abraço confortar a alma desesperançada… Usar a minha voz para acalmar aos que choram…

Preciso ter mente saudável e um coração quebrantado, como resultado do meu caráter regenerado. Não posso dar o que não possuo, contudo, posso compartilhar tudo que tenho e, que sou, através da minha nova identidade em Cristo Jesus, por isso, ainda anseio, ser, em meio a seca como o pote de água fresca e, na fome, partir meu pão ao meio e, se encontrar alguém com frio, dar um pedaço do meu cobertor… Desejo ser, para os que estão perdidos nos desertos da vida, uma fonte de oração. Doarei meu sorriso como sinal de fé e esperança, para aliviar a agonia dos desesperados, sem esquecer de ser, na chuva, como um abrigo que ampara o desabrigado…

Sei bem, que sem a graça do amável Espírito Santo, nada disso serei ou farei…

ORO a DEUS para que me conceda Sua GRAÇA, pra que eu seja em Cristo a luz que ilumina o mundo aflito e, o sal que impede o mal de prosseguir, dando verdadeiro sabor sentido a vida compartilhada.

Podemos juntos fazer muito mais! Está escrito que cordão de três dobras é mais difícil de romper. Unidos, seremos nos dias de festa, como a canção que faz a alegria nos corações. Juntos, podemos ser com uma ponte de amor e compaixão, reconduzindo as vidas machucadas a Deus. “É dando que se recebe”, disse Jesus. Toda vez que compartilharmos amor e compaixão, colhemos paz e alegria. O Senhor Deus promete manter longe do mal aquele que semeia o amor de Cristo e se compadece do necessitado. O amor e a compaixão é o que precisamos para fazermos o bem, o resto: apenas um detalhe. Jesus te ama e sua vida é importante pra ele! Beijos.

sidhanovap
Sidha Moitinho é uma baiana que cresceu em Brasília, apaixonada por Pernambuco, mora em Jaboatão dos Guararapes há mais de 18 anos, cidade que ama e pela qual luta.

É comunicadora social, bacharel em teologia, pastora, cineasta, coordenadora literária e escritora. Sidha ama escrever para crianças, atualmente vem promovendo seu conto infantil ‘Paulinho e o Vento’.

Contato: sidha.moitinho@gmail.com
@sidha_moitinho