“Ele será lembrado por sua dedicação às causas do povo, por sua preocupação com o interesse coletivo e por sempre ter se posicionado ao lado dos mais necessitados”, diz  Cesar Ramos, amigo e ativista político. O ex-vereador de Jaboatão, Fernando Moreira, também lamentou a morte

02/03/2020 às 14:58 – Por Nizinha Lins 

nataniel
Nael Vicente/Arquivo pessoal

Após passar dias internando no Hospital Alfa, em Boa Viagem, no Recife, o Conselheiro Municipal da Saúde e presidente da Associação dos Moradores do Lote 92, em Jaboatão Centro, Nael Vicente, perdeu a batalha para a Covid-19. Nas redes sociais, o ativista político Cesar Ramos, que já disputou as eleições para prefeito em Jaboatão dos Guararapes, lamentou a morte do amigo.

“Nael Vicente foi um grande lutador social. Desde os tempos do colégio participou ativamente dos grêmios estudantis, foi também ativo em várias conferências municipais da cidade, como representante dos usuários do transporte público lutou contra os aumentos abusivos das passagens e pela melhoria da qualidade dos ônibus. Foi delegado nacional por Jaboatão em várias conferências que ajudaram a construir muitas das políticas públicas que temos hoje. Foi um exemplo de vida dedicada às comunidade populares, defensor de uma saúde pública e de qualidade para todos. Jaboatão perde um grande cidadão ativo que fez acontecer a participação e o controle social. Ele será lembrado por sua dedicação às causas do povo, por sua preocupação com o interesse coletivo e por sempre ter se posicionado ao lado dos mais necessitados”, comentou.

Fernando Moreira, ex-vereador no município e líder do Movimento Popular Jaboatão que nós Queremos, assim que recebeu a triste notícia, também manifestou-se publicamente, chamando Nael de “um bravo lutador”. “Nós que fazemos o Movimento Popular Jaboatão que nós queremos, em nome de todas as lideranças comunitárias da nossa cidade, em nome da minha família, quero prestar esta homenagem e deixar meus sentimentos sinceros a toda família enlutada. Jaboatão perdeu um herói, guerreiro, um bravo lutador, mas o céu ganhou uma estrela”, disse Fernando.