01/05/2020 às 15:49 – Por Andros Silva

j-b
Jerry Adriani e Balthazar fizeram sucesso com músicas compostas por Raul Seixas. Fotos: Divulgação

Que o saudoso Raul Seixas foi um verdadeiro mestre quando o assunto era compor canções de sucesso, isso todos já estão cansados de saber. Quem não lembra e se pega ouvindo as radiofônicas: ‘Metamorfose Ambulante’, ‘Tente Outra Vez’, ‘Gita’, ‘Medo da Chuva’, ‘Como vovó já dizia’ e qual fã de carteirinha do mago abusado, como se autointitulava o roqueiro, não possui em sua Playlist as geniais: ‘Por que os sinos dobram’, ‘Rockixe’, ‘Eu sou egoísta’, ‘Conserve seu medo’, ‘Pastor João e a igreja invisível’, ‘Judas’, dentre outras.

Mas Raul não era competente apenas para criar as músicas que cantaria. O pai do Rock Nacional, fã declarado de Elvis Presley, daqueles de montar Fã-Clube, que começou no mundo da música como produtor musical da extinta CBS, originou também canções, clássicas em outras vozes.

seixas
Raul Seixas. Foto: Aquiles Lins

É dele a música ‘Doce, doce amor’, interpretada pelo também inesquecível Jerry Adriani. Jerry canta ainda ‘Tudo que é bom dura pouco’, outro grande sucesso da Jovem Guarda, feito por Raul. A Diana, Raulzito, nome artístico de quando ainda era vocalista da Banda Os Panteras, deu ‘Ainda queima a esperança’. Renato e Seus Blue Caps ficou com ‘Playboy’, Leno, da dupla Leno e Lilian, gravou ‘Convite Para Ângela’, Edy Star, ‘Sessão Das 10’ e Odair José, da não menos importante, ‘Eu vou tirar você desse lugar’, levou a linda, ‘Tudo Acabado’.

Outras duas criações que com certeza você já ouviu e muito, mas talvez não soubesse o verdadeiro autor, são: ‘Se ainda existe amor’, interpretada por Balthazar, mesmo interprete da conhecidíssima ‘Sarah’ e a emocionante ‘Lágrimas nos olhos’, na voz poderosa de José Roberto.

A lista de obras de arte saídas das mãos mágicas do Maluco Beleza para outros artistas é enorme. Aqui fizemos um resumo, apresentando apenas algumas das mais conhecidas. Em outro momento o Blog vai contar, em detalhes, a relação de Raul com cada artista citado nesta publicação. Agora que tal pegar uma cerveja gelada ou outra bebida de sua preferência e ouvir essas raridades? Selecionamos as músicas para vocês. Simbora!