Sexo na “Boa idade?” Faz bem e aumenta a imunidade… O sexo não é exclusividade dos jovens!

01/04/2020 às 00:03 – Por Dra. Gabriela Sivini, para a coluna do Dr. Elexsandro Araújo

drasivini1
Dra. Gabriela Sivini Fisioterapeuta Especialista em Saúde da Mulher. Foto: Divulgação

Na terceira idade, a sexualidade ainda é cercada de tabus e preconceitos pela sociedade e isso acaba potencializando as mudanças físicas, emocionais e sociais as quais o idoso passa. Por isso, é preciso entender as transformações que fazem parte do processo de envelhecimento, como a diminuição natural na resposta aos estímulos sexuais.

Ao chegar à maturidade, a mulher viverá uma nova realidade hormonal, com redução da capacidade ovariana de produzir estrogênio (esteróide sexual feminino) e também androgênios (outro esteróide sexual), entrando no período que chamamos de climatério seguido da menopausa.

SINTOMAS:

• Ondas de calor repentinas;
• Diminuição da libido e dor nas relações sexuais;
• Irritabilidade;
• Cansaço;
• Menstruação irregular;
• Alterações frequentes de humor;
• Insônia;
• Sudorese

Nos homens, reduz a produção de espermatozoides e testosterona após os 40 anos. É fundamental entender que quando falamos de sexo, ele não se restringe ao ato sexual em si, e, sim ao estímulos dos sentidos: olfato, tato, audição, paladar e visão. Por isso capriche nas carícias, no tom de voz, nos abraços, no toque, nos beijos , no cheiro, e ative as lembranças…

Está comprovado que liberamos vários hormônios na relação sexual, dentre eles a serotonina que melhora o humor, a ocitocina que une o casal, a dopamina que causa relaxamento…  Só benefícios para aumentar a sua qualidade de vida, sua saúde e sua imunidade.

Seguem 7 dicas para vocês se deliciarem e saírem distribuindo sorrisos…

1. Diálogo – Manter uma relação de parceria, através do diálogo e muito aberta.

2. Nada de cobranças – Quando o assunto é o orgasmo, a medida que envelhecemos, nossos reflexos sexuais ficam mais lentos, fazendo com que seja ainda mais demorado chegar ao ápice. Por isso, a dica é deixar um ambiente agradável, colocar uma boa música num lugar confortável, tranquilo e sem interrupções.

3. Lubrificação – Super importante para o sexo e sugiro óleo de coco que é natural e super saudável.

4. Troca de carinhos – O sexo está quase sempre ligado ao carinho entre o casal. Manter um relacionamento afetuoso, com palavras carinhosas, abraços e beijos pode ser uma forma de manter os vínculos físicos e emocionais no topo.

5. Liste suas fantasias – Pense em tudo que lhe deixa feliz e lhe traz prazer, se descubra e desperte seus desejos sexuais.

6. Relaxe – Faça atividades que acalmem e que façam sentir bem antes de começar uma relação sexual.

7. Autoconhecimento – O toque (se olhando no espelhinho), os vibradores, acessórios e lubrificantes, podem ajudar as mulheres a se conhecerem melhor sexualmente. A partir do autoconhecimento, elas podem dizer aos parceiros o que as agrada.

E, claro que como uma boa Fisioterapeuta Pélvica, deixo bem claro a importância para toda mulher, independente da idade, fazer diariamente os exercícios de Kegel. Podemos chamar de Ginástica Íntima e serve para fortalecer os músculos pélvicos, prevenindo doenças como incontinência urinária, fecal, prolapsos (fraqueza dos órgãos pélvicos), disfunções sexuais, aumenta a lubrificação e libido, ou seja, só alegria… além de melhor a condição física para o sexo.

Aproveita para começar a fazer:

1- Contrai e relaxa (Contrair é fechar o canal e elevar, como se fosse um zíper) e relaxa. Faz 5 séries de 10 por dia.

2- Contrai os músculos do assoalho pélvico mantendo-os contraídos por dois ou três segundos. Para e em seguida, relaxa. Repita 5 séries de 10 por dia.

Cuidado para não usar musculatura acessória (glúteos, coxa e não prender a respiração).

Sendo assim, você será minha #PELVICAT. A gata do assoalho pélvico.

*Dra. Gabriela Sivini/CREFITO 217727-F

colunistaelexsandroDr. Elexsandro Araújo é Fisioterapeuta, Mestrando em Gerontologia e Especialista em Gerontologia. Diretor da Terapias Integradas Home, Palestrante, Escritor e Colunista

Contato: elexsandroaraujo@outlook.com
Instagram: @elexsandroaraujo