O parlamentar se apressou em publicar que tinha solicitado ao prefeito em caráter emergencial a suspensão temporária das atividades escolares, em virtude do surto de Coronavírus no Estado, deixando a sensação que o administrador estaria pouco se importando com o problema grave. Marlus Costa também foi taxado de oportunista por leitores do Blog

17/03/2020 às 11:09 – Por Andros Silva 

c-a
Fotos: Marlus Costa/Divulgação – Prefeito Anderson Ferreira/Reprodução

A atitude do vereador Marlus Costa, que protocolou na manhã da segunda-feira (16/03), um ofício em caráter emergencial ao gabinete de Anderson Ferreira, solicitando a suspensão temporária das aulas na rede municipal de ensino, em virtude do surto de Coronavírus no Estado, pegou mal para o prefeito. Com a ação, Marlus deixou parecer que o atual gestor, que tentará reeleição, estaria pouco se importando com a possibilidade da doença infectar os pequenos estudantes do município, deixando a sensação que o administrador estaria indiferente com o problema grave, tomando a decisão de cancelar as atividades escolares, apenas por causa da pressão imposta pelo parlamentar.

Oportunismo… Marlus Costa também foi taxado de oportunista. Segundo leitores do Blog, o parlamentar teria pegado carona na calamidade, sendo seu requerimento inútil, já que mais cedo ou mais tarde, a Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes teria que cancelar os trabalhos nas escolas por motivo de força maior. “O cara vai solicitar uma coisa que já está decretada pelo Estado, Governo Federal, OMS”, comentou um seguidor do Blog. “São muitos querendo tirar proveito da situação”, salientou outra seguidora. “Quando o prefeito é inoperante, dá nisso”, cravou mais uma.

Oportunismo 2… Outra questão levantada pelos leitores deste Blog, foi a merenda escolar. No texto divulgado pelo próprio vereador a imprensa da cidade, Marlus pediu ao prefeito “que as unidades de ensino disponibilizassem as merendas escolares para que os responsáveis pudessem pegar nas escolas para não faltar o alimento das crianças”. Isso também foi taxado como oportunismo, “afinal a Prefeitura do Jaboatão não iria deixar de seguir o bom exemplo adotado pela prefeitura da capital, Recife”, salientaram.

No detalhe

Marlus Costa é da base do prefeito e já foi líder do governo Anderson Ferreira na Câmara de Vereadores de Jaboatão. As aulas foram suspensas e horário reduzido nos órgãos públicos do município.

Leia também:
Vereador Marlus Costa solicita ao prefeito Anderson Ferreira suspensão das atividades escolares em Jaboatão