05/03/2020 às 16:34 – Por Andros Silva 

mar
Márcio do Curado e o deputado federal e presidente estadual do PSD André de Paula. Foto: Divulgação 

O vereador Márcio do Curado até se esforça para manter um clima de “tudo bem”. Mas ele sabe, com certeza, que sua situação está bem delicada desde que o deputado federal André de Paula, o qual é seu amigo pessoal e presidente do seu partido, levou o PSD para o palanque de Anderson Ferreira, seu inimigo político.

Márcio passou boa parte do seu mandato, ao lado do agora pré-candidato e também vereador Daniel Alves, descendo o porrete no atual gestor. No momento, se ver numa sinuca de bico, aquela velha situação onde a pessoa se encontra sem muita saída.

Ficando na oposição, terá que mudar o comportamento, permanecendo com uma postura mais comedida com as palavras, para agradar, claro, o presidente da sigla. Se optar em fazer o que fez o Partido Social Democrático, passará a tomar porrada dos oposicionistas mais ferrenhos nas pantanosas redes sociais, recebendo até o título de “traidor do povo” como é de praxe nessas circunstâncias, afetando possivelmente seu eleitorado.

Porém, ao que parece, Márcio pode mesmo caminhar ao lado de Anderson em 2020. Ele até foi ao evento que consolidou o apoio de André de Paula e companhia ao projeto da reeleição do prefeito. Eu, se fosse um oposicionista respeitado como ele é, não iria nem por uma tapioca recheada com Carne-seca e Creme de Queijo Coalho, hummmm… Que Delícia!

Mas ele se diz um “Soldado do Partido”… Sendo assim, o do Curado, fiel a patente, não vai aguentar por muito tempo a pressão interna e logo estará se apresentando no quartel comandado pela família Ferreira, será? Aguardando cenas dos próximos capítulos, desta lambança que é a política jaboatonense.