Prefeitos, evangélicos e diferentes!

08/02/2020 às 22:12 – Por Andros Silva 

banner-carnaval-blogdoandros-ligado

249019,930,80,0,0,930,522,0,0,0,0
Lupércio e Anderson Ferreira. Foto: Matheus Britto/PJG

O prefeito de Olinda, Lupércio (SD), dá uma lição a Anderson Ferreira (PR), prefeito do Jaboatão, mostrando que sabe bem separar seu mandato de sua religião. Enquanto o primeiro apresentou uma bela estrutura para o carnaval deste ano, movimentando mais uma vez a economia em seu município, o segundo, afundou e sepultou a tradição na cidade que hoje administra. Em outrora, era lindo ver os grandes espaços de Jaboatão dos Guararapes tomados pelo povo em abundante alegria, orgulhosos de sua cultura. Agora, em fevereiro, quem se arrisca a ficar na terra comandada pelo Ferreira, precisa se contentar com os poucos blocos particulares, que depois de muita luta, alguns conseguem colocar o trio elétrico, a orquestra na rua… Muitos sem o mínimo apoio de Anderson Ferreira. Em Jaboatão nem dá para se utilizar de uma lorota popular usada por muitos: “A verba do carnaval foi remanejada para áreas essenciais, como saúde e educação”. É que a educação precisa melhorar e a falta de remédios em muitas das unidades de saúde, enfraqueceria demais o discurso!

No detalhe… Num certo dia cinzento, Anderson Ferreira, em entrevista, teve a audácia de dizer que “Jaboatão não tem tradição no carnaval”. Telmo Oliveira e Abdias da Burra, perdoa-o, porque ele não sabe o que faz.

*Telmo Oliveira e Abdias da Burra, grandes mestres, são os nomes fundadores do TRA-DI-CI-O-NAL Bloco Zé Pereira, troça surgida em 1977, responsável, em saudosos tempos de glória, por abrir o carnaval do município. 

Em tempo… Parabéns ao prefeito Lupércio, que de fato fez em 2020 um “Carnaval de outro mundo” em Olinda, nota dez para o gestor da cidade patrimônio. Para Anderson, neste quesito, dá zero pra ele. Ele merece!

Um comentário

  1. Parabéns pela matéria, eu como um brincante popular e artista da terra me sinto muito triste, pela falta de incentivo e reconhecimento por parte da gestão. Sabemos que temos meios de como fazer não só o carnaval, mais sim articular todos os ciclos, datas comemorativas, pontos turísticos da cidade, aumentando assim emprego, renda e economia, mais nem sequer somos chamados pra dialogar
    Lamentável
    Deus te abençoe e sucesso sempre meu nobre, um abraço e fica na paz.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s