Prefeitos, evangélicos e diferentes!

08/02/2020 às 22:12 – Por Andros Silva 

banner-carnaval-blogdoandros-ligado

249019,930,80,0,0,930,522,0,0,0,0

Lupércio e Anderson Ferreira. Foto: Matheus Britto/PJG

O prefeito de Olinda, Lupércio (SD), dá uma lição a Anderson Ferreira (PR), prefeito do Jaboatão, mostrando que sabe bem separar seu mandato de sua religião. Enquanto o primeiro apresentou uma bela estrutura para o carnaval deste ano, movimentando mais uma vez a economia em seu município, o segundo, afundou e sepultou a tradição na cidade que hoje administra. Em outrora, era lindo ver os grandes espaços de Jaboatão dos Guararapes tomados pelo povo em abundante alegria, orgulhosos de sua cultura. Agora, em fevereiro, quem se arrisca a ficar na terra comandada pelo Ferreira, precisa se contentar com os poucos blocos particulares, que depois de muita luta, alguns conseguem colocar o trio elétrico, a orquestra na rua… Muitos sem o mínimo apoio de Anderson Ferreira. Em Jaboatão nem dá para se utilizar de uma lorota popular usada por muitos: “A verba do carnaval foi remanejada para áreas essenciais, como saúde e educação”. É que a educação precisa melhorar e a falta de remédios em muitas das unidades de saúde, enfraqueceria demais o discurso!

No detalhe… Num certo dia cinzento, Anderson Ferreira, em entrevista, teve a audácia de dizer que “Jaboatão não tem tradição no carnaval”. Telmo Oliveira e Abdias da Burra, perdoa-o, porque ele não sabe o que faz.

*Telmo Oliveira e Abdias da Burra, grandes mestres, são os nomes fundadores do TRA-DI-CI-O-NAL Bloco Zé Pereira, troça surgida em 1977, responsável, em saudosos tempos de glória, por abrir o carnaval do município. 

Em tempo… Parabéns ao prefeito Lupércio, que de fato fez em 2020 um “Carnaval de outro mundo” em Olinda, nota dez para o gestor da cidade patrimônio. Para Anderson, neste quesito, dá zero pra ele. Ele merece!

Karina Buhr chega munida de tambores e poesia nos 25 anos do Rec-Beat

A multiartista lança no festival seu novo disco, Desmanche, um álbum que reflete sobre o momento político do Brasil atual

08/02/2020 às 11:02 – Do site Rec Beat

banner-carnaval-blogdoandros-ligado

karina_buhr_selvatica-113

Karina Buhr. Foto Alexandre Eça

Um senso de urgência permeia o novo disco de Karina Buhr, Desmanche. Munida de tambores, guitarras e poesia, a cantora, compositora e percussionista chega com o desejo de discutir o tempo presente, de refletir sobre o momento político do Brasil. A artista baiana radicada em Pernambuco faz a estreia do show deste álbum no Recife no Rec-Beat, que acontece entre os dias 22 a 25 de fevereiro no Cais da Alfândega, no Recife.

O show de Karina Buhr no Festival tem a chancela Revista Continente Convida e faz parte das comemorações dos 25 anos do festival. A Continente é uma revista pernambucana de cultura editada pela Cepe Editora e tem como objetivo propor reflexões e debates aprofundados sobre arte, cultura e questões sociais. Continuar lendo

Obra de saneamento altera trânsito em Candeias

Segundo a Compesa, no trecho, de aproximadamente 500 metros, serão implantadas tubulações de 150 milímetros

08/02/2020 às 10:26 – Da Folha de Pernambuco 

369360,475,80,0,0,475,365,0,0,0,0

Obra de esgoto em Candeias, em Jaboatão. Foto: Divulgação/Compesa

Por causa das obras de implantação do sistema de esgotamento sanitário do bairro de Candeias, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife (RMR), o trecho da avenida Ayrton Senna da Silva, entre a avenida São Sebastião até a esquina com a avenida Aniceto Varejão, seguirá interditado até 21 de fevereiro.

Segundo a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), no trecho, de aproximadamente 500 metros, serão implantadas tubulações de 150 milímetros a uma profundidade de mais de dois metros.

Para a realização dessa intervenção, uma das faixas da avenida no trecho foi bloqueada. Desta forma, os veículos precisam realizar o desvio pela própria via ou podem evitar a área, fazendo desvio pela rua Ouricuri (uma rua antes do Supermercado Leão) e depois pegar a rua José Braz Moscou (1ª à esquerda). Logo em seguida, o condutor pode retornar à avenida Ayrton Senna da Silva após a área de intervenções.

A obra de esgotamento sanitário faz parte do Programa Cidade Saneada, parceria público-privada entre a Compesa e a BRK Ambiental, e tem como objetivo a universalização do acesso ao esgotamento sanitário na RMR.