O maior inimigo do Meio Ambiente

05/02/2020 às 12:00 – Por José de Siqueira / Colunista Blog do Andros

anunciop

guedes-em-davos
“O maior inimigo do meio ambiente são os pobres”, diz Guedes em Davos. Foto: Divulgação

No Fórum Econômico de Davos, por anos seguidos, cresce a preocupação com o meio ambiente, em franco desiquilíbrio pelas agressões constantes à natureza. Desejosa do progresso, a humanidade tem devastado as condições de vida do planeta como se os recursos naturais de que dispõe fossem inesgotáveis. As pessoas poluem o ar com os gases de escapamento dos veículos automotores, movidos por combustíveis poluentes, poluem ainda com a fuligem das chaminés de suas fábricas, lançada a fumaceira diretamente na atmosfera sem a filtragem e a depuração possível que lhe reduziriam os males.

Daí resulta o efeito estufa, esquentando o clima, degelando os polos e as regiões altas, montanhosa da terra, aumentando o nível dos mares e ameaçando inundar o mundo. Em algumas localidades a poluição afeta as vias aéreas das pessoas, em determinadas épocas, não raro hospitalizando-as ou conduzindo-as a óbito. As florestas são derrubadas para cederem lugar ao pasto, destinado ao gado, que também contribui com os gases que expele para aumentar o esquentamento do mundo.

As árvores acumulam água no solo evitando ou reduzindo os riscos de inundação. Atraem chuva regulando o clima. Com a fotossíntese melhoram o ar que respiramos, mas são cortadas para dar lugar a condomínios habitacionais, produção de móveis, exportação clandestina de madeira de lei para outros países ou simplesmente para alimentar fornalhas ou fazer carvão. As águas não escapam a ação predatória. Canalizamos esgotos urbanos e dejetos industriais não tratados para lagos e rios e depois aproveitamos o líquido poluído desses mananciais para uso doméstico, após caro tratamento que nem sempre o torna água potável, como atualmente no Rio de Janeiro onde chega às torneiras com sabor e cheiro nauseabundos.

“Desejosa do progresso, a humanidade tem devastado as condições de vida do planeta como se os recursos naturais de que dispõe fossem inesgotáveis”

Os oceanos também são poluídos, sujos de plástico e lixo de toda espécie, inclusive de petróleo como recentemente no Brasil, despovoando-se de animais marinhos, muitos em vias de extinção como tartarugas, peixe boi e cavalos marinhos. A fauna marítima sucumbe alimentando-se do que não digere, do que lhe ofende a saúde ou intoxicando-se ao contato com substâncias químicas letais estranhas ao seu habitat. A natureza desrespeitada vinga-se dos ofensores com inundações, maremotos, tempestades. Tufões, terremotos. Vulcões desativados entram em erupção. Produz infestações e morticínios, liberando agentes infecciosos como o coronavírus.

Incêndios irrompem de combustão voluntária, como por exemplo, na Austrália, ocasionados pelo calor e secura da vegetação, provocando sacrifícios e prejuízos incalculáveis. A natureza grita de raiva e pede socorro. Tadinho dos coalas, dos camelos, dos cangurus. Os humanos não merecem pena por colherem o resultado dos seus erros, das queimadas que promovem propositadamente.

E de quem é a culpa? A tese mais notável no último Fórum de Davos (dia 21 de janeiro deste ano na Suíça) foi a do ministro Paulo Guedes, do Brasil: “O maior inimigo do meio ambiente são os pobres”, comem muito, expelem coliformes fecais abundantes pelo meio ambiente, destroem as florestas para sobreviverem. Tento dormir com o barulho ensurdecedor dessas trapalhadas, mas temo que as autoridades brasileiras, nas suas boas intenções, confundam eliminar a pobreza com matar os pobres.

josepJosé de Siqueira Silva é Cel da PMPE,
mestre em Direito pela UFPE e
professor de Direito nas faculdades
IPESU e FOCCA

Contato: jsiqueirajr@yahoo.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s