O que acontece hoje com Estádio Municipal Jefferson de Freitas,  já aconteceu com o Cine Samuel Campelo 

27/01/2020 às 23:44 – Por Andros Silva 

a-j-c
Anderson Ferreira. Foto: Assessoria Prefeitura do Jaboatão / Jefferson de Freitas. Foto: Arquivo Blog do Andros / Cine Samuel Campelo. Foto: Divulgação

Anderson Ferreira, prefeito do Jaboatão, dividiu a cidade quando anunciou o deslocamento do Estádio Municipal Jefferson de Freitas, prometendo criar uma grande área de lazer no local. De forma autoritária, ainda não ouviu a opinião da sociedade, muito menos dos desportistas, categoria já tão carente de equipamentos para realizar bons eventos futebolísticos no município.

Mas essa não é a primeira vez que Anderson se comporta como um verdadeiro ditador. No apagar das luzes do ano de 2017, 31 de dezembro, o prefeito ainda praticamente recém chegado ao poder, entregou o Cine Teatro Samuel Campelo, único teatro público do município, de forma gratuita ao Serviço Social do Comércio (Sesc), para 20 anos de uso ao seu bel prazer. O prédio que estava abandonado, foi recuperado na gestão do então prefeito Elias Gomes, custando 8 milhões do dinheiro público, sendo R$ 500 mil provenientes de um convênio com o Ministério da Cultura.

À época, o administrador municipal também não ouviu os artistas e demais entidades culturais do município, principais interessados, deixando todos à mercê das decisões da entidade privada. O projeto teve a aprovação da Câmara de Vereadores. Os patrimônios culturais ficam em Jaboatão Centro.

Em tempo… Com a decisão envolvendo o Jefferson de Freitas, o egocêntrico Anderson Ferreira, mostra que ainda anda pouco se importando com a opinião dos principais grupos das comunidades jaboatonenses.

Siga o Blog do Andros no Instagram: @blogdoaandros