Condorito

18/01/2020 às 23:28 – Da assessoria para o Blog do Andros 

condo

Capa/Divulgação

Após 17 anos sem ser publicado no Brasil o Condorito volta ao nosso país e marca a estreia do selo Quadriculando no mercado de publicação de histórias em quadrinhos. Essa iniciativa parte do professor universitário e colecionador de histórias em quadrinhos, Thiago Modenesi. Ele já havia publicado 2 livros teóricos sobre a temática e organizado outros 5, daí decidiu começar um selo editorial próprio para publicar histórias em quadrinhos latino-americanas.

O primeiro escolhido foi o Condorito, personagem criado pelo já falecido cartunista chileno Pepo teve influência do desenho animado The Three Caballeros (conhecido por aqui também como: Você já foi a Bahia?) da Disney, ali figurava o nosso Zé Carioca, Pato Donald e outros personagens que tentavam aproximar os latinos dos Estados Unidos no ambiente da Segunda Guerra Mundial, a animação foi feita sob encomenda do governo norte-americano.

O Chile, país de origem do personagem, era retratado por um pequeno avião que tentava cruzar os Andes para levar correspondência. Pepo não se sentiu representado no personagem nem tão pouco ao seu país e, inspirado pelos animais humanizados da Disney idealizou o Condorito. O mesmo representa um Condor, ave que simboliza o Chile, mas quando criou o colocou em trajes simples, vinculando-o aos mais humildes do seu país. Diferente dos personagens de Walt Disney o Condorito convive em mundo de humanos com traços exagerados.

Ao passar dos anos o traço do personagem se refinou, aos poucos se incluiu um elenco largo de apoio, fundamental para as piadas terem ressonância, e o personagem se tornou a cara, a imagem dos chilenos, chegando a transcender fronteiras e ser publicado em 13 países até hoje. O material agora oferecido vem depois de duas tentativas de publicação em nosso país, primeiro pela Rio Gráfica Editora (RGE) que colocou nas bancas 12 edições da revista do personagem em 1982, seguindo-se um intervalo de mais 10 anos quando a Editora Maltese publicou entre 1991 e 1992 mais 8 edições, esta teve a continuidade da publicação comprometida pela crise econômica que vivia o Brasil no fim do Governo Collor.

O Condorito (volume 1) é feito todo de material inédito no Brasil, com tradução atualizada, manutenção dos nomes originais dos personagens e dos lugares, parte essencial do humor de Pepo. A edição terá capa com dimensões de 29.7 x 42.3 cm, tinta em escala triplex 250 gramas, miolo com 48 páginas mais capa, formato 21 x 29.7 cm, totalmente colorido, tinta em escala em offset 75 gramas, com lombada de 3mm.
Destaca-se também que Condorito volta ao nosso país no mesmo ano em que estreou uma animação produzida pela Fox. Para apoiar basta acessar:  www.catarse.me/condorito e selecionar uma das várias recompensas que o projeto oferece.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s