“Pois Deus é o rei de toda a terra; cantem louvores com harmonia e arte.” Salmos 47:7

11/01/2020 às 10:48 –  Por Sidha Moitinho / Colunista Blog do Andros

quadr
Imagem/Reprodução da internet

Deus ungiu alguns homens com talentos artísticos e musicais pra manifestar sua beleza, amor e bondade aos Seus adoradores. O Senhor Deus nos diz: – “Sem mim, não poderão fazer nada!” O talento artístico vem de Deus, pena que nem todo artista o louva… Isso é outro tema… Eu e você podemos louvar a Deus pela grandiosidade e beleza do Seu poder, pois em Sua sabedoria infinita o artista celestial, enfeitou a criação com cores, formas, texturas, brilho, tamanhos diversos, variedades ilimitadas presente em toda a criação.

Ele criou o vaga-lume, um inseto que brilha na escuridão da floresta, o jacaré que nos amedronta, o golfinho que nos faz sorrir como crianças. A borboleta que pousa na flor, o pássaro que beija a flor, a abelha que tira do néctar da flor, o mel. Nenhum rio é igual a outro rio, porém, silenciosamente cada um segue sua estrada a caminho do mar. As plantas exibem folhas, das mais exóticas, as mais tímidas e, aquelas enfeitadas com espinhos. As flores variam em cor, tonalidade, perfume, beleza e, até florezinhas chamadas de mato são perfeitas.

Tem árvores que dão frutas doces, outras, frutos venenosos, e ainda outras que apenas sombreiam. O leão solta seu rugido que mais parece um alarido para a batalha, enquanto a preguiça caladinho se estreleça entre galhos. O macaco safadinho que parece gente, e gente não é… O céu nos entorpece com tamanha beleza e harmonia; durante o dia o sol dourado deixa o azul celeste quase transparente, atraente, encantador. Nas nuvéns o vento desenha imagens perfeitas que se dissolvem e se refazem todo tempo numa dança lenta. Que Deus é este tão grande, tão puro, tão belo, o mais criativo e o artista maior de todos? Nosso Criador! Nosso dono por direito de criação e redenção…

“Ele criou o vaga-lume, um inseto que brilha na escuridão da floresta, o jacaré que nos amedronta, o golfinho que nos faz sorrir como crianças”

Com Sua Palavra, Ele tudo criou; cobrindo também o céu com o manto da noite, nos deixando ver estrelas a luz do luar. Fez a lua clara para os poetas e, nos poetas pós um coração que nos convida para romancear a vida. Deus, o Senhor da criatividade, entregou dons e talentos aos homens que através da arte nos traslada para outros reinos. Artistas nascem com seu talento e dons impressos no DNA, marca registrada que nem o tempo pode apagar. Cada artista com seu dom.

Poxa vida! Se a arte vem de Deus porque o artista sofre tanto para criar seu destino desenhando, pintando, escrevendo, cantando, interpretando, tocando, poetizando? Não é a arte dos artistas que faz a história escrever seus testemunhos? Escrever é arte, é puro dom amarrar palavras e contar fatos em detalhes vividos e sublimes que mapeiam acontecimentos passados. Quem desenhou a sua roupa e inventou o número do seu sapato? Se artista não for, não sei o que ele (a) é… Não são os artistas que inventaram a decoração, combinando tinta parede e chão? Não são as telas do pintor que vestem as paredes nuas? Deus ama a arte e o artista.

“Se a arte vem de Deus porque o artista sofre tanto para criar seu destino desenhando, pintando, escrevendo, cantando, interpretando, tocando, poetizando?”

Os humanos precisam ter mais sensibilidade e gratidão para reconhecer o valor do artista, colocar mais vezes as mãos dentro dos bolsos, oferecendo real apoio, comprando o trabalho que eles produzem, aplausos não enchem barriga, é preciso olhar para o dinheiro com mais poesia. Mas se você é um mal tratado artista jaboatanense, pernambucano, sertanejo, brasileiro, te digo: Não desista de criar, deixe sua arte correr livre nas suas veias, em alguma hora o reconhecimento chegará para te beijar, te pegando pela mão te conduzirá ao sucesso desejado e merecido.

Ore ao Senhor das artes, ele pode abrir o caminho e te fazer brilhar na intensidade do seu talento. Mas se você é o espectador… Você pode e deve valorizar o artista perto de você. Faça-o sem demora! Sabe aqueles artistas que estão fazendo sucesso mundo a fora? A maioria de nós, não poderá sequer pagar por uma pincelada que ele solta numa folha de papel. Sou escritora, sei do que estou falando… No Brasil é difícil viver de arte, contudo não será impossível se a gente começar a incentivar, ajudando a abri portas, valorizando o artista mais próximo.

“Os humanos precisam ter mais sensibilidade e gratidão para reconhecer o valor do artista, colocar mais vezes as mãos dentro dos bolsos, oferecendo real apoio”

É justo que o artista viva da sua arte. Sei com certeza, que até os artistas que estão no topo do mundo, tem uma história dolorida, antes da fama, para contar. Será o dom do artista invejado ou simplesmente negativado, desprezado, por quem não sabe fazer rabiscos? Sei lá como responder! Vejo arte em tudo ao meu redor… Um simples rabisco tem algo a dizer – Emoção e sentimento, nada parecendo ser… A linda imagem a cima, fala por si só, está composta com palavras verdadeiras que afirmam a dor dos artistas. Ela faz parte de uma campanha para valorizarmos o artista perto de nós. Sendo o motivo da minha inspiração, em uma humilde tentativa de dizer: – Ame antes de tudo o artista, o abrace, o incentive comprando suas obras até para presentear.

O artista deve ser prestigiado. Não vale pena! Não vale dó! Ao artista cabe o reconhecimento, a admiração e a valoração do seu trabalho. No fim das contas somos todos seres criativos, mas artistas, só alguns escolhidos.

Depois disse o Senhor a Moisés: Eis que eu tenho chamado por nome a Bezaleel, filho de îri, filho de Hur, da tribo de Judá, e o enchi do espírito de Deus, no tocante à sabedoria, ao entendimento, à ciência e a todo ofício, para inventar obras artísticas, e trabalhar em ouro, em prata e em bronze, e em lavramento de pedras para engastar, e em entalhadura de madeira, enfim para trabalhar em todo ofício. E eis que eu tenho designado com ele a Aoliabe, filho de Aisamaque, da tribo de Dã, e tenho dado sabedoria ao coração de todos os homens hábeis, para fazerem tudo o que te hei ordenado. Ex. 31: 1-6. Lindo demais! Beijos.

siSidha Moitinho é uma baiana que cresceu em Brasília, apaixonada por Pernambuco, mora em Jaboatão dos Guararapes há mais de 18 anos, cidade que ama e pela qual luta. É comunicadora social, bacharel em teologia, pastora, cineasta, coordenadora literária e escritora. Sidha ama escrever para crianças, atualmente vem promovendo seu conto infantil ‘Paulinho e o Vento’.

Contato: sidha.moitinho@gmail.com