Casamento coletivo terá cerimônia no plenário da Assembleia Legislativa

17/12/19 às 16:19 – Por Celso Calheiros para o Blog do Andros 

Casamento-Coletivo-uniu-54-casais-em-Balneário-Camboriú

Imagem/Reprodução

“Sim”. “Sim, eu quero”. “Sim, também”. “Eu, sim”. Ao todo, serão 140 consentimentos a serem manifestados na cerimônia de casamento coletivo, desta quarta-feira (dia 18). A cerimônia vai reuniu a Assembleia Legislativa de Pernambuco, o Tribunal de Justiça do Estado e a Secretaria de Polícias de Prevenção à Violência e às Drogas. O evento vai proporcionar que 70 casais se unam em casamento coletivo. A cerimônia é parte do trabalho de garantia no acesso a direitos e regularização civil, que o Programa Governo Presente trabalha. Esta ação contou com parceiros estratégicos.

Da parte do Tribunal de Justiça de Pernambuco, o desembargador Erik Norões, líder do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos, e a juíza Wilka Pinto Vilela, possibilitaram a concentração dos vários interessados em uma única cerimônia. O tribunal também liberou os casais do pagamento de taxas. O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eriberto Medeiros, autorizou a realização da cerimônia no plenário da casa. A secretaria de Políticas de Prevenção fez a articulação institucional, a identificação dos casais e o trâmite dos documentos nos prazos necessários.

Os noivos e noivas virão de vários endereços do Estado, de Santo Amaro, Afogados e Casa Amarela, Várzea, Tejipió, no Recife; Beberibe, em Olinda; Jaboatão dos Guararapes e Igarassu. Um ônibus vai se encarregar de levar cerca de 27 casais de Igarassu até a Assembleia Legislativa, na Boa Vista.

A juíza da 5ª vara de Família, Wilka Pinto Vilela, vai celebrar os casamentos. Os noivos poderão levar até cinco convidados para acompanharem o casamento nas galerias da Assembleia Legislativa. Depois de concluído o casamento coletivo, será servido um bolo de casamento na própria Assembleia Legislativa.

Casamento Coletivo

Dia 18 de dezembro, às 11h

Assembleia Legislativa de Pernambuco

Rua da União, 397 – Boa Vista

Família procura autônoma desaparecida há mais de duas semanas em Jaboatão

Ela foi vista pela última vez por volta das 13h do dia 30 de novembro, quando saiu da casa onde mora

17/12/19 às 09:48 – Da Folha de Pernambuco 

363357,475,80,0,0,475,365,0,0,0,0

Andresa está desaparecida desde 30 de novembro. Foto: Cortesia

Familiares da autônoma Andresa Félix do Monte, de 37 anos, pedem ajuda para localizá-la. Segundo o irmão André Félix, ela foi vista pela última vez por volta das 13h do dia 30 de novembro, quando saiu da casa onde mora no bairro de Cajueiro Seco, em Jaboatão dos Guararapes. A família já registrou queixa na polícia e aguarda o retorno de Andresa.

“Não temos nenhuma dica. Ela trancou a grade de casa, deixou a porta semiaberta. Como se já fosse voltar, mas até agora nada. Ela não levou roupas, o celular está em casa”, disse André. Ainda segundo o irmão de Andresa, até o dia do desaparecimento ela não apresentava nenhum indício de comportamento estranho. Quem tiver informações sobre o paradeiro de Andressa pode ligar para o número (81) 9.9639-0961.