FRASE DA SEMANA

28/10/19 às 14:19 – Do Blog do Andros 

7891F932-4171-424C-8843-756E4739145C

Divulgação

“Prefeito, em vez de querer usar o PSB como plataforma para se promover, cuide do seu município, que está precisando muito de sua atenção”

Sileno Guedes, presidente do PSB em Pernambuco e secretário estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude… Respondendo fortemente às críticas do prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira (PL), ao governador Paulo Câmara, o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, e o deputado federal João Campos, sobre a atuação dos membros do partido socialista em relação ao óleo que atingiu o litoral pernambucano.

Presidente estadual do PSB rebate Anderson Ferreira: ‘cuide’ de Jaboatão

28/10/19 às 12:47 – Do Blog de Jamildo 

crop

Sileno Guedes/Divulgação

Presidente do PSB em Pernambuco, o secretário estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Sileno Guedes, reagiu fortemente às críticas do prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira (PL), ao governador Paulo Câmara, o prefeito do Recife, Geraldo Julio, e o deputado federal João Campos, ambos do PSB. Segundo Sileno Guedes, Anderson Ferreira “com arrogância, tenta aparecer a todo custo atacando” os socialistas e que “só assim se tem notícias do prefeito de Jaboatão”.

O presidente estadual do PSB saiu em defesa também da atuação do governo Paulo Câmara na crise ambiental provocada pelo vazamento de óleo no litoral do Nordeste e relembrou a reunião com os prefeitos das cidades atingidas pelo material para discutir o tema com o governador. Demonstrando insatisfação com os rumos da reunião, Anderson Ferreira saiu antes do final do encontro e disparou críticas à gestão socialista.

“Muito antes de o prefeito (Anderson Ferreira) começar a usar de pirotecnia num momento em que todo mundo tem se unido, o PSB já atuava na frente estadual com ações para reduzir os danos. Mas, na reunião com prefeitos das áreas atingidas pelo óleo, ele foi o último a chegar e o primeiro a sair (disparando acusações e causando polêmicas vazias)”, diz Sileno, em nota divulgada na noite do domingo (28).

Ainda na nota, Sileno Guedes disse que o prefeito de Jaboatão deveria cuidar do município governado por ele.

“Prefeito, em vez de querer usar o PSB como plataforma para se promover, cuide do seu município, que está precisando muito de sua atenção”, afirma o mandatário socialista.

Sobrou até para o deputado federal André Ferreira (PSC), irmão de Anderson, acusado por Sileno de querer “blindar” o governo Jair Bolsonaro (PSL) da crise ambiental ao não ter assinado o pedido de abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Vazamento de Óleo, de autoria de João Campos.

O fato do clã Ferreira ser aliado de Bolsonaro também foi usado para o presidente estadual do PSB disparar contra Anderson, chamado pelo dirigente socialista de “preposto” do governo federal. “Trata-se de um prefeito alinhado ao Governo Federal e que, de forma oportunista, se comporta como um preposto daqueles que demoraram 41 dias para implantar a primeira ação do Plano Nacional de Contingência”, diz o socialista.

Confira a nota na íntegra

Só assim se tem notícias do prefeito de Jaboatão. Como de costume, com arrogância, tenta aparecer a todo custo atacando o governador Paulo Câmara, o prefeito Geraldo Julio e também o deputado federal João Campos.

Com certeza, não é ele o mais indicado para querer dar lição sobre como proceder no caso do vazamento de óleo. Trata-se de um prefeito alinhado ao Governo Federal e que, de forma oportunista, se comporta como um preposto daqueles que demoraram 41 dias para implantar a primeira ação do Plano Nacional de Contingência, que trata de emergências como a que vivemos atualmente.

Muito antes de o prefeito começar a usar de pirotecnia num momento em que todo mundo tem se unido, o PSB já atuava na frente estadual com ações para reduzir os danos. Mas, na reunião com prefeitos das áreas atingidas pelo óleo, ele foi o último a chegar e o primeiro a sair (disparando acusações e causando polêmicas vazias).

Na frente nacional, o PSB tem liderado o processo com o pedido de CPI protocolado pelo deputado João Campos. Inclusive, o irmão do prefeito, que é deputado federal, não deu sua assinatura a favor da CPI. Eles têm alguma coisa contra a investigação dos fatos? Querem blindar o Governo Federal da responsabilidade sobre a mitigação dos danos causados?

Prefeito, em vez de querer usar o PSB como plataforma para se promover, cuide do seu município, que está precisando muito de sua atenção.

Sileno Guedes
Presidente estadual do PSB

Poluição ambiental e descaso do Poder Público

“Os agentes do Poder Público, de tão tardos ganhariam em lentidão a concorrência com tartarugas”

25/10/19 às 14:29 – Por José de Siqueira / Colunista Blog do Andros

praias-inundadas-pelo-petroleo.jpg.750x0_q95_crop

Foto: Google Imagens

Desde setembro, último, o petróleo, esse visitante incômodo, não convidado, deu as caras nas praias do nordeste, em tal volume e tal insistência, quase como se estivesse vindo para ficar. Semana passada, e só então, chegaram os primeiros enviados do Poder Público, para supervisionar e ajudar os voluntários a recolherem o pegajoso e indesejável poluente. Três ministros estiveram em Pernambuco, não molharam os pés nem as mãos. Contentaram-se em exibir-se na televisão, dizer que o petróleo procedia da Venezuela, mas que não sabiam como chegou ao Brasil. Por que não vieram antes? Porque estavam cuidando da maquiagem para aparecer em público.

Os agentes do Poder Público, de tão tardos ganhariam em lentidão a concorrência com tartarugas. Além de lentos, são desatentos, esqueceram de trazer material protetivo à saúde dos civis que trabalhavam gratuitamente na limpeza da orla marítima. Saia mais barato ignorar o trabalhador gratuito, proibí-lo de atuar na limpeza ambiental se não estivesse com a saúde devidamente protegida.

A CONSTITUIÇÃO FEDERAL ESTABELECE:

ART. 225

“ todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e de preservá-lo para as presentes e futuras gerações”.

ART. 196

“A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação”.

Mais de um mês após iniciar-se o desastre ecológico, chegaram cinco mil militares do Exército, que de tão poucos para a vastidão da área poluída, diluíram-se, quase invisíveis, no alentado contingente do voluntariado. Verdade que foram precedidos por um número reduzido de Fuzileiros Navais e que navios da Marinha monitoram a situação desde antes.

O IBAMA fez-se presente nos ares, observando o lambuzamento das águas, de avião, cuidando para que o pixe não se desviasse do seu itinerário.

Jornalistas, que não gostam de escândalos, mas se nutrem deles, graças a Deus, ouviram cientistas, que adoram saúde pública e alarmaram a população, inclusive os turistas, informando sobre os efeitos insalubres e às vezes mortíferos do petróleo. As praias ficaram impróprias para banho, mesmo quando não visto óleo, porque partículas microscópicas as contaminariam. Os ares ficaram envenenados por partículas de substâncias letais.

Aos peixes se lessem jornais e ouvissem rádio e televisão, escutando cientistas e autoridades, enfartariam de medo ou morreriam de sujeira, infectados por falta de banho na água do mar. Em compensação não seriam comidos, suspeitos que eram de serem alimento contaminado. Os pescadores desempregavam-se e a indústria de pescado iria à falência. O Nordeste, assim, ganharia a corrida pelo desemprego.

“Tempos difíceis”, diria o ministro Marcos Aurélio, do STF.

Psiquiatras ficam felizes, vendo crescer a fila enorme de loucos e cínicos à espera de tratamento.

E o povo, eleitor dos gestores de que reclama agora, nem pode acusar a administração pública de falta de vergonha na cara. Ela não tem juízo, portanto não é responsável, nem tem rosto. Esconde sua incompetência generalizada, no anonimato e inverdades.

Para os titulares do poder político, mais importante do que os fatos é a versão que se dá  deles. Desse modo, esses poderosos sempre têm razão. Se o piche está nas praias, eles o estão monitorando, o que é mais sério na sua fala. E que ninguém diga o contrário. Eles sabem o que fazem e estão certos.

josepJosé de Siqueira Silva é Cel da PMPE,
mestre em Direito pela UFPE e
professor de Direito nas faculdades
IPESU e FOCCA

Contato: jsiqueirajr@yahoo.com.br

Fragmentos de óleo são encontrados na praia de Candeias, em Jaboatão

Prefeitura acredita que material seja resquício do achado durante a semana

25/10/19 às 12:18 – Da Folha de Pernambuco 

357207,475,80,0,0,475,365,0,0,0,0

Os poucos resíduos foram encontrados e já recolhidos pela prefeitura. Foto: Divulgação/Prefeitura de Jaboatão

Pequenos resíduos de óleo foram encontrados na Praia de Candeias, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife, na manhã desta sexta-feira (25). A informação foi confirmada pela assessoria de comunicação da Prefeitura de Jaboatão.

Segundo a prefeitura, os resíduos encontrados em Candeias devem ser resquícios do material recolhido na praia vizinha de Barra de Jangada, na quarta-feira (23). Foram recolhidas cerca de 5 toneladas do local. Os técnicos realizaram a limpeza em Candeias e continuam de prontidão na orla da cidade.

Balanço divulgado pelo Governo de Pernambuco nessa quinta-feira (24) mostra que o Estado já recolheu 1.358 toneladas de óleo em oito dias. O volume contabiliza óleo misturado com areia e inclui tudo que foi coletado desde a quinta-feira (17), quando o material voltou a atingir as praias pernambucanas.

O material já foi coletado em 28 praias de 10 municípios – sendo duas em Tamandaré, uma em Barreiros, cinco em Sirinhaém; quatro em Ipojuca; uma em Rio Formoso; sete no Cabo de Santo Agostinho; uma em Jaboatão dos Guararapes; uma em São José da Coroa Grande; três em Paulista e três na Ilha de Itamaracá.

Sesc promove Cãominhada neste domingo (27/10)

São esperados 100 cachorros em uma caminhada no município de Jaboatão dos Guararapes

25/10/19 às 12:07 – Blog do Andros 

MAKE6890

Divulgação

O Sesc Piedade vai promover, neste domingo (27/10), a terceira edição da Cãominhada. A atividade integra a programação de encerramento do AquaSesc, projeto de lazer e recreação que acontece há onze anos no município de Jaboatão dos Guararapes. Ainda há inscrição para o passeio com os pets. Para participar, é preciso ir até a unidade e doar ração ou produto animal.

A expectativa é que aproximadamente 100 cachorros participem da caminhada. A concentração está marcada para 15h, no Sesc Piedade, e a largada acontece às 16h. É preciso que os cães estejam com coleira e os donos levem recipientes para que eles possam beber água. O passeio deve durar 30 minutos em um quilômetro de distância e vai passar pelas ruas Aniceto Varejão, José Nunes da Cunha, Saturnino Pessoa e Av. Bernardo Vieira de Melo.

Serviço – Cãominhada

Datas: 27 de outubro

Local: Sesc Piedade (Rua Goiana, 40 – Piedade)

Horário:15h

Inscrição: mediante doação de produto ou ração animal

Informações: 3462.5340

Banda ‘A Barca Maluka’ se apresenta neste sábado em Jaboatão

Atração de seguimento infantil faz show na festa em homenagem as crianças organizada pelo vereador Marlus Costa 

25/10/19 às 11:50 – Por Andros Silva 

barca-maluka

A Barca Maluka fará a alegria dos pequeninos jaboatonenses. Foto: Divulgação

A Banda Barca Maluka levará todo seu encanto para o bairro de Dom Hélder neste sábado (26). Atração de seguimento infantil, formada pelas Abelhinhas Mell e Lhita, o Macaco Ping-pong, o Pintinho Rock, o Sapolhão, o Esquilo Zytto, o Dj Dálmata e a boneca Lukinha, faz show na festa em homenagem as crianças organizada pelo vereador Marlus Costa. Em suas apresentações, que são sempre vibrantes, repletas de alegria, diversão e muitas brincadeiras, o grupo que surgiu em 2004, arrasta multidões por onde passa. No repertório, clássicos musicais que encantaram gerações, além de músicas autorais. Em Jaboatão a trupe sobe ao palco montado no Campo da Liberdade, na Rua das Andorinhas, no final da tarde. Simbora?

Serviço:

Festa Infantil do vereador Marlus Costa
Local: Bairro de Dom Hélder, Campo da Liberdade, Rua das Andorinhas
Data: Sábado (26)
Horário: 16h/Gratuito

Fernando Moreira arma encontro nesta segunda

O evento comandado pelo ex-vereador de Jaboatão e atual coordenador do Movimento Popular Jaboatão que Nós Queremos acontecerá na Casa Vidal de Negreiros

25/10/19 às 10:42 – Por Andros Silva 

gordinho

Fernando Moreira. Foto: Divulgação

O ex-vereador de Jaboatão, Fernando Moreira, realizará segunda-feira (28) um encontro às 19hs na Câmara de Vereadores do Jaboatão. O atual coordenador do Movimento Popular Jaboatão que Nós Queremos pretende debater com as lideranças do município o atual cenário político da cidade, e claro, sobre as eleições 2020.

Outdoor… Recentemente, Fernando Gordinho, como é mais conhecido o articulador político, foi homenageado por amigos com Outdoors espalhados nos quatro cantos de Jaboatão. Alguns já foram retirados, mas ainda é possível ver a publicidade com sua imagem na Curva do Caranguejo, no bairro de Socorro, por exemplo.

*O evento organizado por Fernando não necessita de inscrição prévia e será aberto ao público. 

Ramal Jaboatão do Metrô do Recife estará fechado neste domingo

As estação fechadas serão Cavaleiro, Floriano, Engenho Velho e Jaboatão

25/10/19 às 09:57 – Da Folha de Pernambuco 

345366,475,80,0,0,475,365,0,0,0,0 (1)

Estação Cavaleiro em Jaboatão dos Guararapes. Foto: Reprodução/Metrô Recife

A Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) fechará, neste domingo (27), o Ramal Jaboatão do Metrô do Recife das 5h às 19h. A parada, segundo a CBTU, é para manutenção da linha. Durante a operação, serão fechadas as estações Cavaleiro, Floriano, Engenho Velho e Jaboatão. Todas as demais funcionam normalmente no domingo.

‘Cuidados com a boca podem evitar problemas de saúde em todo o corpo’, diz especialista

Dia Nacional da Saúde Bucal é celebrado nesta sexta (25). Cirurgiã-dentista dá dicas sobre o assunto

24/10/19 às 14:20 – Multi/Blog do Andros 

bucalQuando falamos em problemas na boca, muita gente pensa logo em mau hálito ou cárie. Porém, ela pode trazer muito mais informações sobre a saúde de todo o corpo humano. Na semana em que celebramos o Dia Nacional da Saúde Bucal e Dia do Dentista, a cirurgiã-dentista e tutora da Faculdade Pernambucana de Saúde Thaís Lisboa esclarece que várias doenças que acometem diversos órgãos no corpo podem ter a boca como diagnóstico importante.

Como nosso organismo é um sistema complexo e interligado, um problema na boca pode desencadear disfunções digestivas, imunológicas e até cardíacas, já que as bactérias podem migrar até outros órgãos através da corrente sanguínea.

“Pela boca, podemos identificar doenças sexualmente transmissíveis ou o risco de prematuridade em gestantes, por exemplo. A saúde bucal, que representa muito mais que ausência de doenças, é considerada um estado de equilíbrio e bem-estar no que se refere a região oral”, destacou a tutora da FPS.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o creme dental, escova de dentes e fio dental são usados por apenas 53% da população. E 89% realiza a higienização menos de duas vezes por dia. Ou seja, não é cumprido a “regra básica” de realizar a escovação após cada refeição.

“Além disso, é inegável a importância do sorriso para relações interpessoais e autoestima das pessoas nas diversas fases da vida. A saúde bucal é imprescindível para o bem-estar. Diversos estudos nacionais e internacionais apontam as condições de saúde bucal interferindo diretamente na qualidade de vida das pessoas. Por isso, entidades importantes como a Organização Mundial de Saúde tem estimulado o debate acerca da qualidade de vida relacionada à saúde bucal”, acrescentou Thaís Lisboa.

De acordo com a OMS, a saúde bucal compreende um estado em que a pessoa está livre de dores, desconfortos e alterações na boca e na face, abrangendo as condições de câncer oral ou na garganta, infecções e ulcerações bucais, doenças e quaisquer distúrbios que possam afetar a qualidade de vida, impedindo que o paciente coma, sorria, fale ou se sinta socialmente confortável.

Prefeitura do Jaboatão orienta população sobre cuidados com manchas de petróleo

24/10/19 às 12:41 – Do site da Prefeitura 

jabo

Foto: Chico Bezerra/PJG

A Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes lançou, nesta quinta-feira (24), uma campanha de orientação sobre como as pessoas devem proceder caso encontrem manchas de petróleo nas praias do município. Desde o início da manhã, vem sendo realizada uma panfletagem em toda orla da cidade, informando, entre outros pontos, que a prefeitura deve ser comunicada imediatamente, para as equipes de limpeza possam ser acionadas. A orientação é de que não se pode ter contato com o material. No caso de convocação de voluntários para a realização de limpeza, a prefeitura irá distribuir luvas de borracha, botas e máscaras. Durante a manhã, inclusive, voluntários passaram por treinamento para que possam manusear o material de forma adequada, com segurança.

O prefeito Anderson Ferreira ressaltou a importância dos cuidados, por se tratar de um produto tóxico. “Nos antecipamos e estabelecemos, no Jaboatão, um protocolo próprio, porque temos responsabilidade com o nosso município. Além disso, queremos garantir a proteção das pessoas para que ninguém tenha acesso a esses resíduos de petróleo sem os equipamentos de proteção individual, para evitar problemas sérios de saúde. Ainda não necessitamos da participação de voluntários, mas já estamos preparando grupos para que possam nos ajudar na limpeza de forma adequada”, ressaltou.

Proprietária de um comércio em um ponto na orla, Flávia Santos destacou a iniciativa da prefeitura como positiva e garantiu que irá ajudar a difundir as informações. “A primeira coisa que a gente pensa numa hora dessas é em ir para a praia e ajudar a retirar esse óleo, mas essa ajuda realmente precisa ser feita com segurança, como tem sido dito aqui pelo pessoal da prefeitura. É importante que a gente tenha esse olhar de proteção”, ressaltou.

Desde a semana passada, a prefeitura intensificou o monitoramento nas praias, com monitoramento durante 24 horas por dia. O objetivo é detectar a presença de manchas antes que atinjam as praias e também seja possível fazer o recolhimento com rapidez, como aconteceu no início da manhã dessa quarta-feira (23), em Barra de Jangada. Caso alguém encontre resíduos de petróleo nas praias do Jaboatão, deve ligar para os números (81) 99975-5886 / 99291-3767.

CAPACITAÇÃO
A Secretaria Municipal de Saúde do Jaboatão dos Guararapes dará início, nesta sexta-feira (25), a uma capacitação voltada aos profissionais da rede pública para abordar temas ligados ao manuseio do óleo que tem sido encontrado na orla, bem como a implementação de protocolos de atendimento aos usuários que, porventura, tenham entrado em contato com o material. Participarão do treinamento, que será realizado no auditório da Faculdade dos Guararapes e no Centro Municipal de Qualificação Profissional, em Piedade, cerca de 200 servidores, entre agentes comunitários de saúde, médicos, dentistas e enfermeiros.

Jaboatão adotará protocolo próprio no combate ao petróleo, diz Anderson Ferreira

Anderson Ferreira participou de reunião entre o governador Paulo Câmara e prefeitos de municípios atingidos pelo petróleo

24/10/19 às 12:31 – Da Rádio Jornal 

f50aea3d57_anderson-ferreira-divulgaÇao

Divulgação 

O prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira (PR), fez alusão à uma troca de farpas entre o Governo Federal e o Governo do Estado no que diz respeito à discussão sobre as ações de contenção ao desastre ambiental no litoral do Nordeste. “Quando fica essa troca de farpas entre o Governo Federal e o Governo Estadual, não leva a nada”, disse o prefeito. As declarações foram dadas na tarde desta quarta-feira (23), depois de ele sair da reunião, realizada no Palácio do Campo das Princesas, entre o governador Paulo Câmara (PSB) e os prefeitos de municípios atingidos pelas manchas de óleo no Estado.

“Não é momento de a gente estar politizando esse desastre ambiental. É momento de cada um ter atitude e de resolver o que é preciso para que esse desastre ambiental não possa ocorrer no nosso País”, concluiu o prefeito, que deixou a reunião alegando que Jaboatão dos Guararapes vai seguir o próprio protocolo para lidar com o desastre ambiental, que atinge o litoral dos estados do Nordeste desde o início do último mês de setembro.

Questionado sobre as orientações do Governo do Estado na resolução do problema, Ferreira disse que “o ponta-pé inicial está sendo feito agora, com um pouco de atraso”.

Presos do semiaberto ajudam a tirar óleo da foz do Rio Jaboatão

23/10/19 às 16:35 – Do UOL

jpg

Voluntário de limpeza com óleo nas mãos; substância é tóxica e recomenda-se que seja retirada com proteçãoImagem: Arquivo pessoal

O óleo que atinge o Nordeste brasileiro há mais de um mês chegou na madrugada desta quarta-feira, 23, à Praia Barra da Jangada, onde está a foz do Rio Jaboatão. Funcionários da prefeitura, da Marinha, do Exército e 50 presos em regime semiaberto atuam na praia, que está isolada para o acesso de voluntários.

Resíduos foram identificados em alto-mar por um pescador na noite anterior, por volta das 23 horas, enquanto as manchas foram detectadas na praia por volta das 4h30. Segundo o superintendente da Proteção e Defesa Civil de Jaboatão, Artur Paiva, foram retiradas 44 toneladas de óleo somente nas primeiras horas da manhã. Agora, as ações são para tirar pequenos pedaços da substância. “A nossa preocupação foi tirar rápido, não dá para deixar desse jeito”, diz. “Não pode deixar entrar no estuário. A barreira foi acionada e não encontramos nada lá.”

A Marinha justifica o isolamento da praia como medida de segurança. “Pode ser um problema para a saúde de quem manuseia. Nem todos os voluntários têm material”, diz o comandante do destacamento dos fuzileiros, capitão-tenente Gilson Cunha.

Ao todo, 1.500 homens da Marinha atuam no Nordeste, dos quais 380 estão em Jaboatão. “É importante que a população confie na ação conjunta (dos governos municipal, estadual e federal).”

O trabalho está sendo majoritariamente dentro da água, pois o óleo afunda no rio (enquanto boia no mar). Não está descartada ação com mergulhadores para retirar o óleo do fundo. “Quando a maré baixar, vai se poder ter uma melhor compreensão da situação”, diz o capitão.

Por volta das 9 horas, chegaram ao local 50 reeducandos do regime semiaberto, da Penitenciária Agroindustrial São João, em Ilha de Itamaracá. Eles foram divididos em trios para recolher restos do óleo com sacos de lixo. A ação valerá como hora trabalhada e poderá ser deduzida da pena.

Inicialmente, o grupo iria para Cabo de Santo Agostinho, onde está grande parte do óleo, mas foram remanejados após a divulgação da chegada da nova mancha. “Não imaginava que estava nessa situação”, comenta o apenado Paulo Henrique da Silva, de 21 anos. “Estamos separando o óleo com as luvas. Alguns, temos mais sorte, outros são mais difíceis de tirar. Estou achando legal poder ajudar.”

A área está isolada com fitas, com a restrição de acesso até para a imprensa e os voluntários – alguns reclamavam da situação e apontavam que os militares não deveriam atuar de bermuda (por questões de segurança). Um dos poucos voluntários que conseguiu ajudar estava em um stand up paddle, que usava para se deslocar para longe da margem para procurar manchas.

“Não estão deixando ninguém. Assim que cheguei em Itapuama, soube que tinha chegado aqui. Veio gente da Marinha e do Exército para cá, aí a gente também se dividiu”, conta a bióloga e voluntária Gabriela Barros, de 31 anos. “Viemos dar suporte e não estamos podendo fazer nada. Trouxemos doação para cá abastecendo eles. A gente está usando o mesmo tipo de proteção que eles e já temos o conhecimento de quem está atuando nisso.”

O Rio Jaboatão tem cerca de 75 quilômetros de extensão, sendo local de pesca e de reprodução de espécies, incluindo tubarões.

“Aqui tem caranguejo, camarão, peixes, logo na frente tem a colônia de pescadores que nos ajudou bastante a monitorar”, conta Edilene Rodrigues, superintendente de Meio Ambiente de Jaboatão. “A nossa barreira de contenção rompeu na madrugada (por causa da maré), mas o intuito é que, se viesse boiando (o óleo), conseguiria reter”, conta. “Várias redes de camarão foram distribuídas e conseguiram interceptar uma grande massa que chegou no domingo.”

Segundo o governo de Pernambuco, boias de contenção estão sendo colocando no mar e em rios desde o dia 17. Como o estuário do Rio Jaboatão tem densidades distintas, por reunir águas doce e salgada, o óleo consegue escapar por baixo da boia. Por isso, foi iniciada a colocação de redes submersas abaixo das boias, que somam três quilômetros de extensão.

Manchas de óleo chegam em Jaboatão dos Guararapes

Praia Barra de Jangada amanheceu manchada no início da manhã desta quarta

23/10/19 às 09:54 – Do NE10 Interior 

37553ff441_c8c5912d00_0873884aca8038405e40e8af10b7b28b

Manchas de óleo estão sendo encontradas em todo o litoral nordestino (Cortesia)

As manchas de óleo que apareceram nas praias do litoral do Nordeste continuam a atingir Pernambuco e chegaram nesta quarta-feira (23) em Jaboatão dos Guararapes, localizada na Região Metropolitana do Recife.

A praia Barra de Jangada estava manchada de óleo desde o início da manhã. Voluntários, equipes da Prefeitura, dos Recursos Naturais e Renováveis (Ibama), da Defesa Civil e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente já se mobilizaram para fazer a limpeza.

Jaboatão dos Guararapes é o oitavo município atingido pelas manchas de óleo. As manchas também atingiram as praias das cidades de Tamandaré, São José da Coroa Grande, Barreiros, Sirinhaém, Ipojuca, Rio Formoso e Cabo de Santo Agostinho.

Manchas de óleo

Manchas de petróleo surgiram em praias do Nordeste e impressiona turistas em pelo menos 109 locais. O caso vem acontecendo desde o início de setembro deste ano e a substância tem sido avistada em pelo menos nove estados da região. A única exceção é o estado da Bahia. De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, a substância é hidrocarboneto, derivado de petróleo.

A ligação entre o caso e as manchas ainda não foi investigada, entretanto, um animal apresentava piche ao redor do corpo. Conforme informações divulgadas pela revista Época, um laudo sigiloso teria sido encaminhado para o Ibama pela Petrobras, apontando que a mancha seria de Petróleo da Venezuela.

Jaboatão recebe programação de lazer e recreação

Encerramento do AquaSesc terá atividades formativas, corrida, caminhada para crianças e pets, além de torneios esportivos

22/10/19 às 17:01 – Dupla/Blog do Andros 

MAKE5991

O município de Jaboatão dos Guararapes vai receber, neste final de semana, programação do AquaSesc. O projeto, do Sesc Piedade, com atividades gratuitas de saúde, lazer e recreação para adultos, crianças e pets. O encerramento desta 11ª edição da atividade contará com atividades formativas voltada para o trabalho com pessoas com deficiência, passeio ciclístico, caminhada para crianças e cachorros e corrida para adultos.

Neste sábado (26/10), a programação conta com cursos de Recreação e Atividades Físicas para Pessoas com Deficiência, às 9h. O primeiro é voltado para estudantes de Educação Física, Turismo e Pedagogia, e será ministrado pelo recreador da Cia Lazer, Pedro Ivo. Já o segundo será para estudantes de Educação Física com o especialista em Educação Física da Universidade de Pernambuco (UPE), João Ferreira. O dia ainda terá maratonas de hidroginásticas e ginásticas, às 9h e 14h, respectivamente. Também às 14h, ocorrem o Festival de Beach Soccer para jovens de 10 a 13 anos e o passeio ciclístico Lazer Sobre Rodas, com percurso de 7km. Às 15h, será a vez da Corrida Kids, para o público de 5 a 14 anos, com percursos de 50m, 100m, 200m, 300m.

As atividades acabam no domingo (27/10). A primeira atividade do dia é o Circuito Sesc de Corrida, com inscrições encerradas. Será às 7h e terá testes rápidos, aferição de pressão e massagem para os competidores. Às 9h, ocorre uma copa de natação para todas as categorias, a partir dos 4 anos. Para colocar a criançada para dançar, o evento ainda oferece um show com a Banda dos Heróis, às 13h. Também haverá o momento dos cachorros. O público poderá levar seus pets para participar da Cãominhada, às 15h, com percurso de 1,5km.

Programação

26/10

9h – Curso prático e teórico de Recreação, com Pedro Ivo da Cia do Lazer

9h – Curso de Atividades Físicas para PCD’s, com o especialista em Educação Física João Ferreira

9h – Maratona de Hidroginástica

14h – Maratona de Ginástica

14h – Festival de Beach Soccer (faixa etária 10 a 13 anos)

14h – Passeio Ciclístico Lazer Sobre Rodas (7km de percurso)

15h – Corrida Kids (faixa etária 5 a 14 anos)

27/10

7h – Circuito Sesc de Corrida

9h – Torneio de Natação (a partir de 4 anos)

13h – Show da Banda dos Heróis

15h – Cãominhada

Serviço – AquaSesc Verão 2018

Datas: 26 e 27 de outubro

Local: Sesc Piedade (Rua Goiana, 40 – Piedade)

Acesso gratuito

Informações: 3462.5340

Trânsito: Situação da Estrada de Curcurana dificulta acesso de veículos

Buraqueira aumentou após o período de chuvas, dificultando o tráfego, aumentando o tempo de percurso entre Jaboatão dos Guararapes e Cabo de Santo Agostinho e elevando despesas com manutenção

22/10/19 às 12:55 – Por Multi/Blog do Andros 

curana

A situação se agravou após o período de chuvas. Foto: Multi/Blog do Andros

Há meses o acesso pela Estrada de Curcurana – que liga Jaboatão dos Guararapes ao Cabo de Santo Agostinho – tem ficado complicado. A buraqueira tomou conta de diversos trechos do percurso, dificultando o fluxo de carros, motos e também de ônibus do sistema de transporte público de passageiros e linhas municipais que circulam pela via. A situação se agravou após o período de chuvas, piorando o estado praticamente dos dois sentidos da estrada, que tem cerca de 3 km de extensão, em Jaboatão dos Guararapes.

rana

Foto: Multi/Blog do Andros

Quem passa por lá sabe como não é fácil trafegar. Muitas vezes, é preciso utilizar a faixa no sentido contrário, em alguns trechos, para poder seguir. Além da dificuldade no acesso, há ainda o acréscimo do tempo para fazer o percurso de um lado a outro, sem falar na elevação dos gastos com manutenção dos veículos, que acabam aumentando devido às avarias. A situação tem preocupado empresas de ônibus, que atendem a localidade e já solicitaram documentação pedindo auxílio ao órgão gestor do transporte público da Região Metropolitana do Recife, além das prefeituras de Jaboatão dos Guararapes e também do Cabo de Santo Agostinho.

cucurana

Muitas vezes, é preciso utilizar a faixa no sentido contrário, em alguns trechos, para poder seguir. Multi/Blog do Andros