Em Live, Zé Coelho pretende deixar seguidores por dentro das novidades da Operação Caixa de Pandora

Ele vai falar das fases do processo e também do pedido de afastamentos de vereadores, como Charles Motorista 

21/10/19 às 14:15 – Por Andros Silva 

ze

Zé Coelho. Foto: Reprodução/Facebook

O titular da Fanpage ‘Jaboatão Sem Corrupção’, Zé Coelho, que ficou conhecido após denunciar supostas fraudes na Câmara da cidade, desencadeando a ‘Caixa de Pandora’, deflagrada em 2016 pela Polícia Civil, promete para essa terça-feira (22) às 20hs, uma Live para deixar informado os seus seguidores sobre a operação que sacudiu o município naquele ano.

De acordo com Coelho, que também é funcionário da Casa Vidal de Negreiros, ele vai falar das fases do processo e do pedido de afastamentos de vereadores como Charles Motorista. Estamos todos ansiosos!

Jaboatão dos Guararapes em alerta para mancha de óleo não chegar às praias

21/10/19 às 09:43 – Do Diario de Pernambuco 

Matheus Britto/Prefeitura do Jaboataão

Técnicos da Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes estão fazendo o acompanhamento da mancha de óleo que se aproxima das praias. Crédito: Matheus Brito/PMJG Divulgação

Equipes da Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife, responsáveis por realizar ações de monitoramento em toda a orla do município estão em alerta para evitar que a mancha de óleo detectada no domingo nas imediações da Praia do Paiva chegue às praias urbanas do município.

Com ajuda de uma lancha eles estão fazendo o acompanhamento da aproximação dos resíduos de petróleo no mar.  Foi lançada uma rede de contenção a fim de evitar que o material se alastrasse e causasse danos ainda maiores ao meio ambiente.

Técnicos da Prefeitura do Jaboatão estão em contato com o Grupo de Gerenciamento de Crise do Governo do Estado e Prefeitura do Cabo para que todas as medidas de proteção sejam adotadas.

Apesar de o material ainda não ter sido localizado ao longo dos oito quilômetros da orla jaboatonense, a prefeitura continua de prontidão, com equipes a postos, realizando monitoramento constante via terra, água e mar, por determinação do prefeito Anderson Ferreira.

Foi solicitado ao governo estadual a colocação de barreiras na foz do Rio Jaboatão para evitar riscos à área de manguezal e um eventual desastre ambiental.