Da sustentabilidade para a Circularidade

30/09/19 às 10:53 – Por Djalma Júnior / Colunista Blog do Andros

economia_circular

“A Economia Circular é o futuro. Um modelo que tem por premissa a minimização da extração de matérias-primas e a substituição por recursos bloqueados e esquecidos em nossos resíduos, sendo combinado com o uso de energia renovável”. Foto: Rmai

Novas formas de economia estão surgindo quebrando o paradigma da economia linear e tradicional a que estamos condicionados. É louvável quando encontramos empreendedores que pensam serviços e produtos com o objetivo maior que não somente o lucro, tendo sempre bons propósitos. E neste sentido, o conceito de Economia Circular fascina porque nos mostra uma gama de oportunidades para negócios mais sustentáveis e também para o futuro de nossas carreiras.

Quando nos deparamos com imagens da quantidade de lixo que geramos diariamente, acompanhando graves problemas como as mudanças climáticas, e redução de área verde, parece que estamos caminhando para o caos. Mas uma coisa é realmente certa. O modelo econômico linear que foi estruturado a partir da revolução industrial, poderá nos conduzir a um ponto sem retorno. Claro que este modelo nos ajudou num dado momento para consolidar nosso modelo civilizatório, mas a verdade é que ele não vai promover o futuro sustentável que desejamos para nossos descendentes.

A economia circular distancia-se do conceito linear de “extração, produção e eliminação”, tendo como foco a preservação e valorização do capital natural e na minimização de desperdícios centrando-se no “fechamento do ciclo” em toda a cadeia de valor que passa pelo estágio da concepção, produção, distribuição, utilização e eliminação.

Por isso, a Economia Circular é o futuro. Um modelo que tem por premissa a minimização da extração de matérias-primas e a substituição por recursos bloqueados e esquecidos em nossos resíduos, sendo combinado com o uso de energia renovável, emissões reduzidas e maior eficiência da indústria, uma economia circular traz à sociedade a chance de viver dentro dos limites da capacidade da Terra.

O químico alemão Michael Braungart, professor da Universidade Técnica de Munique, entende que é perda de tempo pensar sobre o lixo que produzimos, porém defende a não produção. Outros pesquisadores entendem que, os objetos que criamos por meio do processo industrial, precisam ser planejados de modo a não gerar resíduos. Uma vez descartados, seus elementos devem retornar à cadeia produtiva, ou se degradar naturalmente sem liberar substâncias tóxicas.

A Economia Circular é uma nova maneira de fazer negócios, que se afasta do modelo atual de “pegar, usar e descartar” que, além de representar riscos ambientais severos, será insustentável em longo prazo. Como ponto de partida, a economia circular reconhece o fato de que nossa economia está inserida nos limites finitos de nosso planeta. Portanto, em vez de permitir um fluxo livre de recursos por meio de nossa economia, devemos tentar fechar o ciclo – usar tanto quanto possível o que a economia produz para minimizar quantidade de resíduos (incluindo emissões e energia) que retorna ao meio ambiente.

djalmapDjalma Júnior é jaboatonense, morador de Cajueiro Seco há 42 anos, onde vem atuando de forma incansável por uma educação de qualidade e um meio ambiente equilibrado. É professor universitário, licenciado em Química pela UFPE e Tecnólogo em Gestão Ambiental pelo IFPE. Especialista em Gestão mbiental pela FAFIRE, além de mestrando em Gestão Ambiental pelo IFPE. É ambientalista defensor de várias pautas como a da economia circular, gestão dos recursos hídricos e mobilidade urbana. Aqui, entre outros assuntos, vai escrever sobre ciência, tecnologia e meio ambiente.

E-mail – djalmaufpe@gmail.com – WhatsApp: 9.8753-2857

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s