30/09/19 às 17:05 – Por Andros Silva 

183508,930,80,0,0,930,522,0,0,0,0
Elias Gomes. Foto: Arquivo/Folha de Pernambuco

O ex-prefeito do Jaboatão, Elias Gomes, possível nome a disputar as eleições majoritárias no Cabo de Santo Agostinho, município que também já governou, não ficou inerte e resolveu se envolver na “briga” travada entre o vereador Daniel Alves (PCdoB) e o presidente da Câmara Adeildo da Igreja (PSDB).

Num grupo de política do WhatsApp, Elias pediu o fim do que ele chamou de “cinismo” por parte de Adeildo e aconselhou o parlamentar a direcionar sua “fúria” ao atual gestor, Anderson Ferreira (PL). “Por que que ele não exerce essa fúria contra as imoralidades do prefeito? Que cinicamente apronta e afronta contra a moralidade, superfaturando contratos e comentando reiteradas irregularidades, sobejamente apontadas pelos órgãos de controle”, acusou.

Em Live no Facebook, na sexta-feira (27), Daniel chamou de “complô” o “não” originado pela Casa Legislativa a Comissão Parlamentar de Inquérito que investigaria o aluguel do Complexo Administrativo por supostas irregularidades. Por sua vez Adeildo disse que a fala de Daniel no vídeo ao vivo consistia em quebra de decoro parlamentar, prometendo abrir um processo administrativo contra o oposicionista para caçar seu mandato.

“Daniel Alves está cumprindo o papel dele de fiscalizar e denunciar os muitos mal feitos da atual gestão que governa com a cabeça nos interesses exclusivos de uma família e com as costas viradas para o povo. Basta de cinismo”, finalizou Elias afirmando que Adeildo “quer inverter as coisas”.