Inscrito em prêmio, projeto com adolescentes da Funase tem turma certificada em Jaboatão

Curso de Instalações Elétricas Residenciais, que já atendeu 40 pessoas desde 2018, está entre boas práticas que concorrem ao Innovare, maior premiação da Justiça brasileira

19/09/19 às 09:52 – Assessoria/Blog do Andros 

aulas

Foto: Rafael Souto Maior/Funase

Um projeto que já atendeu 40 pessoas desde 2018, a maioria, adolescentes em cumprimento de medida de internação, teve mais uma etapa concluída neste mês. A prática consiste na oferta do curso de Instalações Elétricas Residenciais (Básico) e Gestão de Pequenos Empreendimentos, por meio de uma parceria entre seis instituições. A ação tem sido tão bem avaliada que concorre à 16ª edição do Prêmio Innovare, o maior conferido pela Justiça brasileira, com divulgação do resultado prevista para até o fim do ano.

Nesta edição do curso, participaram das aulas dez adolescentes do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Jaboatão dos Guararapes, unidade da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) que já foi agraciada com o Innovare em 2014. Oito socioeducandos concluíram a carga horária e receberam certificado. Dez alunos da comunidade do entorno completaram a turma. Além da Funase, estão envolvidas no projeto a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), as paróquias Bom Pastor e Nossa Senhora da Boa Viagem, o Rotary Club do Recife – Largo da Paz e o Centro Educacional Dom Bosco – Jaboatão, local das aulas.

cer

Foto: Rafael Souto Maior/Funase

Essa foi a terceira turma do projeto. A primeira, no início de 2018, atendeu socioeducandos do Case Jaboatão e socioeducandas do Case Santa Luzia. Na ocasião, as aulas ocorreram na UFPE. Já no segundo semestre do ano passado, a turma seguinte teve aulas no Case Jaboatão. Agentes socioeducativos também foram incluídos e, no fim do curso, assim como os socioeducandos, obtiveram certificados e caixas de ferramentas para eletricidade, avaliadas em R$ 500 e doadas por integrantes da Paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem e do Rotary Club do Recife – Largo da Paz. O mesmo kit foi entregue aos concluintes da turma mais recente.

“Ações como essas mostram que os adolescentes podem construir projetos a partir das oportunidades que lhes são dadas, apesar dos percalços que já vivenciaram. O projeto também vem ajudando a consolidar uma trajetória de sucesso e referência da unidade da Funase em Jaboatão quando o assunto é educação”, avalia o coordenador geral do Case Jaboatão, Mozat Lourenço, fazendo referência a conquistas como o Innovare, em 2014, a certificação da escola que funciona na unidade pela Unesco, em 2015, e às duas vitórias consecutivas de socioeducandos no Concurso de Redação da Defensoria Pública da União (DPU), em 2017 e 2018.

ca

Foto: Rafael Souto Maior/Funase

INNOVARE – Uma aula do curso de Instalações Elétricas Residenciais (Básico) e Gestão de Pequenos Empreendimentos foi acompanhada por uma consultora do Innovare em junho deste ano. Os registros feitos no local foram encaminhados a um corpo de jurados composto por ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Superior Tribunal de Justiça (STJ), desembargadores, juízes, promotores de Justiça, defensores públicos e advogados. Ao todo, 617 práticas estão sendo avaliadas no Brasil. As próximas etapas envolvem a escolha dos vencedores, a cerimônia de premiação e a inclusão das ações em um banco de boas práticas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s