Setembro: Um ano da morte de Edson Severiano de Oliveira

Respeitado no município, tido por muitos como um grande influenciador político, autêntico e sem papas na língua, ‘Louro’ como era mais conhecido, foi alvejado por três tiros no final da tarde de uma sexta-feira do ano de 2018, na Avenida Leonardo da Vinci, no Curado II

04/09/19 às 22:29 – Por Andros Silva 

louro

Há um ano, Jaboatão perdia Louro de forma trágica. Foto: Reprodução/Facebook

Mais precisamente no dia 28 de setembro, completa um ano da morte do ex-vereador de Jaboatão dos Guararapes Edson Severiano de Oliveira, o ‘Louro’ como era conhecido politicamente. Os amigos achavam-o autêntico, sem papas na língua, e um dos parlamentares mais corajosos à época em que passou pela Casa Legislativa. Não fugindo de uma boa discussão política, nos momentos mais calorosos, chegava apontar o dedo ao questionar seus adversários, recebendo por alguns instante aplausos do público presente, como o que protagonizou no ano de 2012 durante uma sessão a qual discutia as vendas dos prédios públicos da cidade, com o então vereador do PT Robson Leite, atualmente no governo Anderson Ferreira.

dedo

Louro e Robson Leite trocando farpas durante sessão na Casa Vidal de Negreiros. Foto. Reprodução do vídeo elaborado pelo extinto programa de Web ‘Doa Quem Doer’/DQD.

lo

Perfurações entre o tórax e os membros inferiores teriam sido a causa do óbito do Sargento reformado da Polícia Militar de 52 anos. Foto: Arquivo pessoal

A morte…  O ex-vereador, que era respeitado no município e tido por muitos como um grande influenciador político, foi alvejado no final da tarde de uma sexta-feira, na Avenida Leonardo da Vinci, no Curado IIpróximo à feira do bairro, mesmo local onde tinha sofrido uma outra tentativa de homicídio, no ano de 2017. Louro conversava com amigos quando homens chegaram em um carro e realizaram três disparos. Socorrido para a UPA, a direção da unidade de pronto atendimento, contou que perfurações entre o tórax e os membros inferiores teriam sido a causa do óbito, anunciado exatamente às 20h daquele triste dia.

O velório… O velório do ex-vereador do Curado II, aconteceu na quadra do antigo Colégio Souza Leão, que fica próximo a UPA, na mesma avenida onde o crime ocorreu. O enterro foi às 16h no Cemitério Parque das Flores, no bairro de Tejipió.

Possível motivação… Poucos dias após a morte de Louro, familiares do ex-vereador morto a tiros procuraram a imprensa e contaram acreditar que o assassinato teria motivação política. Sargento reformado da Polícia Militar, Louro foi um dos entusiastas da Operação Caixa de Pandora, se propondo inclusive, falar em depoimento ao Ministério Público de Pernambuco, detalhes do esquema de corrupção que estava acontecendo na Câmara Municipal do Jaboatão. Na época envolvendo 19 vereadores.

irmaaa

“A família acredita que tem a política envolvida”, disse a irmã em entrevista. Foto: Reprodução TV Clube

“A família acredita que tem a política envolvida, aconteceu aquele problema da Pandora, Louro iniciou com um vídeo, falando de todos que estavam envolvidos, e depois que aconteceu isso, ele teve aquele atentado, disse a irmã de Louro, Élida, em entrevista a TV Clube, se referindo a tentativa de homicídio em outubro de 2017 sofrida pelo irmão. As investigações do assassinato ficaram sob responsabilidade da 4ª Delegacia de Homicídios.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s