Carlos Gomes lança “Canções não” no Teatro Hermilo Borba Filho

Obra do poeta, pesquisador e crítico é formada por livro de poemas, disco e espetáculo. Apresentação acontecerá no próximo dia 24.08 (sábado), 18h

12/08/19 às 14:32 – Da assessoria para o Blog do Andros 

fo

Hugo Linns, Carlos Gome e Rogê Victor. Foto Eric Gomes

O poeta, pesquisador e crítico Carlos Gomes lança “Canções não”, obra formada por livro, disco e espetáculo, no próximo dia 24.08 (sábado), 18h, no Teatro Hermilo Borba Filho. O evento contará com o lançamento da publicação assinada pelo artista, show com as músicas do álbum e participação especial de Jomard Muniz de Britto, Nathalia Queiroz e Philippe Wollney. A entrada no espetáculo é gratuita e o livro custa R$ 20,00. O projeto de lançamento do livro tem incentivo do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura PE).

O livro de poemas “Canções não” começou a ser escrito em 2015. No ano seguinte, ao mesmo tempo que estreava como poeta com o livro “êxodo,” (CEPE, 2016), em que Carlos Gomes conquistou o primeiro lugar no III Prêmio Pernambuco de Literatura, o autor publicava dez poemas em diálogo com fotografias de Amanda Coutinho no site da Revista Cardamomo. Esses poemas viriam a fazer parte do livro “Canções não”, segundo o poeta: “uma espécie de rapsódia sobre corpos e cidades desterradas, na voz/testemunho de um poeta, não necessariamente eu, mas entre um eu e um outro. Tendo como mote os versos de Jomard Muniz de Britto: ó cidade faminta/alimentando-se de letras canções”. Continuar lendo

Jaboatão  Dos Guararapes Quebra as Correntes Que Te Prendem

12/08/19 às 11:42 –  Por Sidha Moitinho / Colunista Blog do Andros

quebrando-correntes

Imagem/Reprodução da internet

Sou uma romântica sem concerto… Uma guerreira justiceira… O que me adiantaria viver só de realidade numa cidade tão sofrida como uma mulher mal amada… Abandonada…  Que entregou seus sonhos para um homem malvado que os esmaga até fazer buracos no chão? Sonhar é preciso, acreditar é necessário, lutar é nosso dever!  Eu tenho que olhar para luz da lua que ilumina os olhos meus, me fazendo enxergar o poder do Deus verdadeiro, imperativo sobre esta cidade, das muitas dores e, agudos gemidos sustentada apenas por Sua graça… Os que sonham com dias melhores olham para o alto e para frente… Vejo esta cidade como a mulher antes sem identidade, que se levanta das cinzas, e quebra suas correntes para tomar posse do que é seu…Vestida esplendidamente, guerreira valente… Derrota seus algozes… Bradando aos quatro ventos do município: “EU SOU LIVRE! EU SOU JABOATÃO DOS GUARARAPES! Deus me levanta para honrar aqueles que Comigo tem coração puro para libertar meu povo cativo. Eu sou a cidade nova e velha de Jaboatão dos Guararapes, não continuarei curvada… E ninguém poderá deter a força do meu povo valente.”

Consigo ver claramente, um povo bravo guerreiro se levantando para conquistar uma Nova Jaboatão dos Guararapes… A mulher que fora subjugada, de pé como rainha da mais alva luz, iluminando as ruas, os beco, as vielas, os matagais… O profundo dos seus mares, a área das suas praias, se unindo ao vento que leva a mensagem: A gente quer, a gente consegue!

Empresto-te minha voz, ó amada Jaboatão dos Guararapes, para que digas, que não  aguentas mais, os buracos que te humilham, a lama que te rebaixa, o lixo que te suja, os animais que machucam, a lagoa que matam, os esgotos a céu aberto que entram nas casas do teu povo, as ruas alagadas que te devastam, as invasões das vias públicas que tiram tua liberdade, a saúde doente, a segurança perdida, a educação analfabeta… Uma prefeitura que tapa o sol com a peneira… Uma Câmara de Vereadores, sem voz, sem visão, sem posição, sem fiscalização…

Que vençam os verdadeiros! Que reine o povo! Jaboatão nasceu pra ser grande… Precisamos fazer política e não politicagem… Precisamos de políticos que amem o povo antes de amar a si mesmos! Só assim as correntes da miséria serão quebradas na nossa cidade… Não podemos continuar vivendo como porcos!

siSidha Moitinho é uma baiana que cresceu em Brasília, apaixonada por Pernambuco, mora em Jaboatão dos Guararapes há mais de 18 anos, cidade que ama e pela qual luta. É comunicadora social, bacharel em teologia, pastora, cineasta, coordenadora literária e escritora. Sidha ama escrever para crianças, atualmente vem promovendo seu conto infantil ‘Paulinho e o Vento’.

Contato: sidha.moitinho@gmail.com

Campanha “adote um pai” homenageia idosos em Jaboatão dos Guararapes

Cerca de 50 idosos participaram da campanha, recebendo alimentos e doações durante o evento

12/08/19 às 10:07 – Da TV Jornal 

2d5108fe92_image-4-abrigo-idoso

A festa contou com a participação de voluntários e da população local – Foto: Reprodução/TV Jornal

Na manhã do Domingo (11), o abrigo Cristo Redentor, localizado em Jaboatão dos Guararapes, realizou uma festa em homenagem ao dia dos pais. A campanha “adote um pai”, contou com a participação de cerca de 50 idosos, eles não tem visitas frequentes de parentes, e por isso os 15 voluntários que trabalharam na organização do evento se esforçaram em dobro para ele acontecer.

A fotógrafa Andréa Leal emprestou seu talento a campanha social para lembrar não só os pais que serão homenageados, mas, também, os pais esquecidos.

“Todos os anos realizamos o projeto Meu Pai, Meu Herói, onde homenageamos pais que fazem parte da vida dos filhos. Desta vez, pensamos que estes pais precisam ainda mais da nossa ajuda, da nossa presença, do nosso olhar…”, conta ela.

Desabafo

“Eu lutei a vida toda para criar meus filhos. Hoje, estou aqui esquecido por eles, mas o que posso fazer? Mesmo assim, agradeço a Deus por tudo!”, diz um dos idosos, de 80 anos.

O objetivo da iniciativa do Instituto Luz Natural é fazer com que mais pessoas conheçam os idosos que vivem no Abrigo Cristo Redentor e esperam uma visita, um presente, um abraço. Além da presença, a campanha pede doações e sugere pijama, camisa masculina, rádio, relógio de pulso, meias, perfumes, toalha de banho.

Informações para doação:

Telefones: 3257.8000 | 9 9184-9555| 9 9790-1377

BANCO DO BRASIL

AGÊNCIA: 4118-1

CONTA CORRENTE: 17.111-5

RAZÃO SOCIAL: OBRA DE ASSISTÊNCIA AOS MENDIGOS E MENORES DESAMPARADOS DA CIDADE DO RECIFE

CNPJ: 10.424.810/0001-29

Sesc promove feiras agroecológicas na RMR com valor a partir de R$ 0,20

Elas acontecem uma vez por semana nas unidades de Casa Amarela, Piedade, São Lourenço e Santo Amaro com hortaliças, frutas, massas e alimentos sem proteína animal, glúten e lactose

12/08/19 às 09:43 – Da assessoria para o Blog do Andros

f

Foto. Acervo Sesc

Acompanhando a busca das pessoas por uma alimentação saudável, mais natural e livre de agrotóxicos, as feiras orgânicas vêm ampliando presença no Recife. O Sesc foi uma das instituições que impulsionou esse movimento, democratizando o acesso de comunidades a espaços agroecológicos, com a presença de produtos orgânicos a preço justo e comercializado direto por agricultores, em 2015, quando levou para Santo Amaro, no Centro do Recife, sua primeira feira agroecológica.

Em quatro anos, o projeto cresceu e só na Região Metropolitana do Recife são quatro feiras que acontecem semanalmente em parceria com cooperativas associadas ao Centro de Desenvolvimento Agroecológico Sabiá. São pequenos produtores que cultivam seus alimentos, como hortaliças, frutas, verduras, e produtos, como pães, massas, bolos, polpas de frutas, entre outros. Continuar lendo