Jovens da Funase distribuem corações na Praça do Derby, no Recife

Ação foi realizada na manhã desta sexta-feira (2) e integrou uma mobilização nacional de solidariedade

02/08/19 às 12:27 – Da assessoria para o Blog do Andros 

acao

Foto: Divulgação/Funase

Jovens em medida de semiliberdade na Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) participaram, nesta sexta-feira (2), na Praça do Derby, área central do Recife, da Ação do Coração. A atividade foi uma iniciativa da Organização de Auxílio Fraterno (OAF). Na ocasião, voluntários de diversas instituições entregaram cerca de 42 mil corações feitos de tecido e espuma para pedestres, motoristas e usuários do transporte público. Parte desses exemplares foi confeccionada dentro de unidades da Funase.

Com corações de diversas estampas e cores, os dois socioeducandos participantes levaram para as pessoas sentimentos como amor, solidariedade e respeito. O sorriso no rosto de quem recebia os exemplares e um bom-dia diferenciado foi o destaque da ação. “A gente já distribuiu mais de dez bolsas cheias de corações, e o pessoal está gostando muito. É um momento de muita solidariedade”, afirmou o socioeducando F.L., de 19 anos, que cumpre medida socioeducativa na Casa de Semiliberdade (Casem) Casa Amarela, na Zona Norte do Recife, e participou da Ação do Coração na companhia do jovem A.N., de 18 anos.

Em julho, a unidade da Funase já havia recebido um evento preparatório para a ação desta sexta. Na ocasião, os socioeducandos confeccionaram corações em uma oficina artesanal e participaram de uma roda de contação de histórias. O momento possibilitou a integração entre socioeducandos, profissionais da equipe técnica do espaço e agentes socioeducativos. A ação também ocorreu no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Santa Luzia, voltado ao atendimento de adolescentes do sexo feminino.

“Essa é uma atividade importante. Desde o início do ano, a OAF mobiliza diversas instituições para participar, e a Funase é uma das parceiras desde 2016. É algo que acontece em vários estados. Semanas atrás, tivemos um momento para a confecção dos corações com os meninos da Casem Casa Amarela e com as meninas do Case Santa Luzia. Ter jovens do sistema socioeducativo integrando essa rede é algo que faz a diferença”, disse a coordenadora do Núcleo de Justiça Restaurativa da Funase e pedagoga da Casem Casa Amarela, Socorro Barros. A assistente social Camila Moraes, da mesma unidade, também esteve na ação.

Em dezembro de 2017, jovens em cumprimento de medida de semiliberdade na Casem Areias, no Recife, já haviam participado de uma ação semelhante, distribuindo corações no Marco Zero, um dos principais pontos turísticos da capital. O projeto teve o intuito de levar mensagens de educação ambiental para os adolescentes e trabalhar temáticas como empatia e amor ao próximo.

Esta entrada foi postada em Recife.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s