Existe Esperança Apesar Da Dor

27/07/19 às 11:28 –  Por Sidha Moitinho / Colunista Blog do Andros

3128688053-tristeza

“Há um ano, meu primo querido, chegou no ponto cego da sua vida… Ele decidiu esvair seu fôlego.” Foto: Jean Francesco

Quando pensamos em suicídio, logo vem a nossa mente que uma pessoa que se entrega a morte com as próprias mãos não está gozando do seu juízo perfeito, que dentro dela todas as coisas estão desconexas da realidade, que a perspectiva de futuro não existe mais… Que o tempo parou bem ali, no centro do furacão da sua dor porque ele(a) acredita que nunca mais verá o sol brilhar, que sua vida se tornou eternamente em densas trevas. Posso falar disso com algum conhecimento, há um ano, meu primo querido, chegou no ponto cego da sua vida… Ele decidiu esvair seu fôlego.

O mais doloroso para a família é ter consciência de que todo esforço empenhado para detê-lo não deu certo, porque ele não queria mais viver! Faltava-lhe a esperança de que valeria a pena atravessar o deserto de intenso sofrimento em que se encontrava. O desespero, o medo, a angústia, a depressão, a solidão, e o vazio, o venceram! O coração, e alma cansada precisam acreditar que do outro lado do mar bravio, a paz reinará outra vez em seu ser, pois as horas do relógio passam. Assim como Cleber, milhares de pessoas tem dado adeus à vida por não ter nenhuma perspectiva pela qual valha a pena enfrentar os dias do luto da sua alma.

Já fui dominada por uma dor tão imensa… Via-me açoitada como que por uma tempestade, sacolejada de um lado para outro, arremessada contra as rochas do desespero, afogada na minha dor de um jeito tão cruel,  que me falta palavras para descrever o abaixo do fundo do poço… O diabo nessas horas se aproxima para sugerir que o fim será o melhor começo. Eu não pensei em suicídio, mas pedi para Deus a morte… Mesmo não gostando dela. Nosso sentimento ferido tem uma capacidade maligna de nos aprisionar, nos torturar e nos devorar por inteiro, se nos entregarmos para ele. E só existe uma força capaz de tirar alguém deste estado de autodestruição – Jesus Salvador!

É de cortar o coração ver meu titio, amargando a perda irreparável do seu amado filho. Parte dele morreu também… Em apenas minutos, Cleber,  já não era mais! Quando meu tio sorri, sua alma não o acompanha, seu riso amarelou, sua vida está severamente machucada, sua face não tem mais nenhuma expressão de alegria… O que o suicida não sabe, ou não para, para pensar, é que o suposto fim da sua dor será imposto com todo rigor sobre os que ficam. Faço um apelo Pra pessoas queridas,  que da vida querem dar  fim: “Deus tem um plano lindo pra você! Não desista da sua vida, se assim o fizer, levará com você, a vida da sua família também… Existe esperança para quem decide se entregar a Jesus.

Deus tem poder para sarar suas feridas, e curar a sua dor. Se esforce para aceitar ajuda.  Clame ao Espírito Santo por socorro… Ele te ouvirá! Ele é o Consolador amado de Deus. Creia em dias melhores, tudo é possível ao que tem fé… Ainda brilhará a alva luz da tua salvação e a cura para sua dor se manifestará, mas só, se você quiser! Não pode ser ajudado, quem não quer ajuda. JESUS TE AMA… Receba a graça do Pai das Luzes em seu coração e mente. Receba libertação para viver em novidade de vida em nome de Jesus. Paz seja contigo!

siSidha Moitinho é uma baiana que cresceu em Brasília, apaixonada por Pernambuco, mora em Jaboatão dos Guararapes há mais de 18 anos, cidade que ama e pela qual luta. É comunicadora social, bacharel em teologia, pastora, cineasta, coordenadora literária e escritora. Sidha ama escrever para crianças, atualmente vem promovendo seu conto infantil ‘Paulinho e o Vento’.

Contato: sidha.moitinho@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s