Diga não as Fakes nas próximas eleições em Jaboatão

08/07/19 às 10:27 – Por Andros Silva 

20180110183216_1200_675_-_urna_eleitoral_fake_news_noticias_falsas

Imagem extraída do site Olhardigital

Na manhã do domingo (07/07), ao acordar com uma baita gripe, ou resfriado, nunca sei ao certo classificar quem é quem, que me faz sempre espirrar bastante, fui ao Youtube assistir a entrevista que o jornalista Marcelo Tas concedeu ao programa Pânico no Rádio, programa que gosto muito e acompanho sempre na ‘internê’, já que não consigo sintonizar pelas ondas sonoras do rádio.

Num determinado momento do papo, interessantíssimo por sinal, Tas, que já foi líder do CQC (BAND) e hoje, entre outros, comanda o provocações (TV Cultura), antes comandado pelo saudoso Antônio Abujamra, falecido em 28 de abril de 2015, revelou que, de “acordo com uma pesquisa realizada pela Microsoft recentemente, questionando “quem é o maior agente de Fake News no Brasil?”, foi comprovado que membros da família, nos tradicionais grupos de WhatsApp, seriam os principais responsáveis por proliferar o “conteúdo” mal intencionado.

Isso me fez pensar nas eleições 2020 em Jaboatão, por quê? Deve me perguntar o caro leitor, que perdeu alguns minutos de sua vida para ler essa pequena nota. Para espalhar a mentira pronta, algum, “esperto”, escreveu a “matéria”, certo? Com a proliferação de páginas de gosto duvidoso surgindo em Jaboatão, que pouco se importam com a verdade, mas acabam tendo um grande alcance, talvez porque aqui nesta cidade, existe um público que não se respeita, ao ponto de consumir de forma desenfreada qualquer material de baixa qualidade, começo a temer o tamanho das Fakes que possam ser produzidas pelos malignos e distribuídas por “inocentes” nos tais grupos citados pela pesquisa.

Em nossa cidade, infelizmente, para ter um troquinho na mão, o sujeito vende até a mãe, ou troca por uma uva se essa frutinha doce e gostosa vir acompanhada de um convite para tomar café da manhã na mesa de algum político influente em algumas comunidades. Para evitar que reputações sejam destruídas a partir de janeiro do ano mais esperado por parlamentares e postulantes a ocupar vagas na câmara da terra dos altivos Canaviais, uma preocupação maior com a temática recebida, deveria existir por parte de quem recebe texto mau escrito e diagramado. Assim evitaria dá moral a quem não tem, não merece, e todos teríamos um processo eleitoral saudável em 2020. Diga não as Fakes nas próximas eleições em Jaboatão. O Blog do Andros estará de olhos abertos e não vai se acovardar caso precise desmascarar os autores dos ‘vírus’ que deixam cavalos de Tróia, no chinelo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s