Juarez Leite: Grandioso Artista Plástico do Brasil

25/01/19 às 11:24 – Por Sidha Moitinho / Colunista Blog do Andros

juarez

Juarez Leite. Foto: Divulgação

Juarez Leite é um ser humano singular de alma sensível e generosa, suas ações testemunham sua nobreza. Ele é um artista plural por sua enorme capacidade criativa, que não está presa a um único estilo e nem a uma modalidade artística exclusiva. Com mãos empoderadas e leves como plumas ao vento, sua mente fecunda, flui, trazendo à tona seu poder inventivo.

Suas produções artísticas fazem prevalecer o que está impresso em seu DNA: a graça do amor à arte. O artista é uma explosão de energia que o impulsiona a criar obras esplendidíssimas, nos deixando boquiabertos, procurando fôlego ao nos imergir em seu universo de imagens únicas, de ideias fantásticas, transformadas em materialidades artísticas.

A cada obra, Juarez nos desperta admiração, para além do natural, nos elevando e nos fascinando de forma extraordinária, seja através das fotografias criativas, pintura em tela, cartum, caricatura ou qualquer outra inspiração.  Tudo que Juarez realiza, desponta a forma do belo que qualquer um de nós pode ver, tocar, sentir. Não é difícil entender o propósito para o qual, Leite, recebeu os dons e os talentos do nosso Eterno Deus.

O artista por meio de uma visão espetacular-especial-criativa comunica-se com o mundo por meio da linguagem universal das belas artes. Juarez Leite é um dos grandiosos artistas plásticos do Brasil. A jornada do talentosíssimo artista, é tão encantadora quanto suas obras. Juarez nasceu em Anápolis-Goiás, numa família de cinco irmãos. Quando estava com 1 ano de idade, seus pais, o senhor Benerval Leite e a senhora Francisca Leite mudaram para o Gama, Distrito Federal.

deusa

Juarez eternizou a saudosa esposa, Deusa Aparecida, em tela. Imagem/Arquivo pessoal

Toda história é a arte da vida se desenhando para cada um de nós, em nós, através de nós, e outras vezes nos redesenhando por meio do tempo, das nossas escolhas e das nossas realizações… Juarez Leite é pai de Kaira e Natália, infelizmente em 2009, ficou viúvo. Um dos tios do artista relembra, carinhosamente, que aos cinco anos, Juarez, logo que chegava a sua casa, pedia lápis e papel para desenhar.

O artista nos diz o quanto seu pai foi importante para seu desenvolvimento artístico, o apoiava, o incentiva, não deixando faltar lápis de cor, aquarela, caderno de desenho e as revistinhas que usava para copiar as imagens. Juarez diz afetuosamente: “Meu pai gostava de desenhar carros para mim, do jeito dele, mas eu gostava muito! Coisas assim foram para mim um estímulo.” Juarez nos leva num salto até a sua adolescência, onde pintava quadros com tinta guache sobre madeira ou duratex, que eram envernizados, depois de secar a tinta.

Mais um pulo, e estamos nos anos 80, quando ele ganhou bolsa de estudos para fazer cursos semestrais em artes plásticas, expondo mais tarde a sua primeira tela a óleo, numa amostra de artes plásticas no Centro de Criatividade de Brasília, que hoje é o Espaço Cultural Renato Russo. Animadamente, Leite relata… “Fui influenciado pela Escola do Surrealismo, com o apoio do talentoso e bem sucedido artista plástico José Roosevelt, hoje radicado na Europa. Enveredei pintando quadros no estilo Realismo Fantástico/Surrealismo e, ao mesmo tempo em que pintava e desenhava, também, criava caricatura e cartum.”

Dessa vez o trem da história deste artista fantástico, faz parada nos anos 90, época em que fez várias exposições, tanto individuais quanto coletivas, trabalhando profissionalmente como caricaturista ao vivo no Park Shopping, Conjunto Nacional e Pátio Brasil no DF. Esse trabalho cresceu maravilhosamente, contagiando todo mercado empresarial de celulares, que o convidara para presentear os novos clientes com uma caricatura assinada por ele, logo as incorporadoras, lojas e festas particulares, também, aderiram a sua autoridade artística.

zeca

O cantor Zeca Baleiro também foi homenageado pelo artista. Foto: Divulgação

A viagem na companhia desse ser humano admirável segue seu destino. Vamos descer na estação Juarez Leite 2013, período que o artista esteve no Cirque de Soleil, instalado ao lado do Park Shopping, criando caricaturas para as pessoas que aguardavam o espetáculo. Dois anos depois, no show do Zeca Pagodinho, ele também doou seus dons para alegrar ainda mais, os fãs do cantor.

Sua concentração criativa é um vulcão do bem, explodindo a arte e o belo pra todo lugar. Até o momento, nos conta Juarez: “Ilustrei mais de 10 livros e quadrinhos educativos. Entre centenas de artistas, fui escolhido para publicar uma charge, em um livro da Bélgica que é dedicado a valorizar artistas de várias partes do mundo.” De volta aos trilhos, desfrutaremos de novas paisagens compartilhadas pelo artista: “Tive o privilégio de trabalhar no Body Painting, ao lado de outros artistas plásticos, usando a técnica da pintura corporal.  Tenho obras na Itália, Bélgica, USA, Panamá, Chile, Argentina.  Trabalhos com oficinas de desenho. Já estive também em várias  faculdades, escolas públicas e particulares executando a arte caricaturista. Participei de várias campanhas, doando meu trabalho e tempo, uma delas foi para a ajuda humanitária, em um leilão realizado na Embaixada da Espanha. Participei de campanhas como o Mac Feliz, eventos para doação.” (Sorrisos!).

O trem da vida não para, seguindo altaneiro, rumando para as novas conquistas de Juarez Leite. Por meio da agilidade dos seus pincéis, e da vivacidade das suas tintas de todas as cores, estamos de frente para o momento atual do nosso impressionante multiartista, ele conta: “Recentemente participei de um salão de humor digital no Peru, estou entre os melhores selecionados. Desengavetei projetos antigos, para realizá-los em 2109.” Agora, vem com a gente!


Nosso momento:  Bate Bola

Sidha Moitinho: Quando se despertou como artista?

Juarez Leite: Quando fui convidado para minha primeira exposição, numa galeria oficial.

SM: Você vive da arte?

JL: trabalhei como Office boy, mas depois disso, só trabalho com a arte.

SM:  Qual é o seu estilo ou técnica preferidos?

JL:  Não tenho uma técnica preferida. A arte, a meu ver, é um estado de espírito, têm momentos que prefiro está desenhando com lápis, em outro momento, prefiro construir caricaturas digitais, pintar sobre tela…

SM: O que te incomoda?

JL: A falta de valorização e compreensão da arte no Brasil.

SM:  Nos fale um pouco da sua vida como professor de artes.

JL: Após trabalhar em ateliê próprio, nos anos 80, fui convidado pela diretoria do SESI para oferecer oficinas de desenho artístico em uma das sedes.

SM: Como se sente como professor?

JL: É sempre prazeroso ver outras pessoas absorvendo seus ensinamentos e desenvolvendo suas habilidades.

SM:  A Secretaria de Cultura do DF apoia o artista local?

JL: Hoje em dia não há incentivos de forma dinâmica como antes, entretanto, existe o FAC (Fundo de Apoio à Cultura)  para fomentar projetos de várias modalidades artísticas.

SM:  A seu ver, porquê pessoas talentosas, algumas vezes, não conseguem sucesso, enquanto outras com menos habilidades alcançam sucesso até internacional?

Juarez Leite:
Muitas vezes, o talento fica para trás, enquanto produções inferiores se destacam por conta da mídia desleal.

SM:  Quais  são os sonhos e projetos do artista Juarez Leite?

JL: Viajar para países ricos culturalmente, como a Itália, por exemplo. No futuro próximo, expor em galerias físicas internacionais.

SM:  Como você incentivaria um artista plástico desanimado? 

JL:  Que ele(a) produza e faça postagens em sites de artes. Receber elogios de profissionais, apreciadores e colecionadores de artes nos impulsiona a prosseguir.

SM: Juarez Leite, Jaboatão dos Guararapes abre os braços para recebê-lo em uma exposição do seu magnífico trabalho. E que seja breve!

 

Galeria

Veja alguns dos trabalhos de Juarez Leite. Para mais entre em contato com o artista através do WhatsApp (61) 98580-2718

senhora

Cinderela

 

maca

Divulgação

 

super

Cartum intitulado “Não a Corrupção”

 

bonsai

Bonsai

 

guita

Performance Bélgica

 

mulher

MULHER

3 comentários em “Juarez Leite: Grandioso Artista Plástico do Brasil

  1. Rômulo Felix disse:

    Sidha é uma profissional extremamente competente.
    E o diferencial de suas matérias é seu lado humano e pujante em defesa da arte.
    Sua sensibilidade é uma questão de “observar e evoluir ”
    Dentro das possibilidades diárias da vida artística de cada ser humano comum .
    Em tudo que ela visualiza tem o seu toque de Mecenas.
    Parabéns ao Blog por contar com uma pessoa que chegou de outra galáxia para dar um ar de modernidade e humanidade a esse espaço maravilhoso e competente de notícias e de valorização das pessoas.

    Curtir

  2. Edite Rosário de Souza disse:

    Parabéns, meu querido! Você é magnífico!

    Curtir

  3. Claudeny Spinelli disse:

    Parabéns pela obra fantástica. É sempre bom, prestarmos essa contribuição na multiplicação do conhecimento artístico.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s