Com a revogação da Lei n° 820 de 06 de junho de 2012, que autorizava o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) a utilizar a área, a edificação ficou obsoleta

10/01/19 às 12:11 – Por Andros Silva

alves
Vereador Daniel Alves. Foto: Divulgação

O vereador Daniel Alves (PCdoB) tem cobrado agilidade da Prefeitura do Jaboatão em relação ao que pretende fazer com o prédio da escola Escola Municipal Visconde de Suassuna, localizada no bairro de Piedade. Com a revogação da Lei n° 820 de 06 de junho de 2012, que autorizava o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) a utilizar a área da unidade de ensino, a edificação ficou obsoleta.

Durantes os seis anos que o espaço esteve sobre o domínio do Senac, a instituição não desenvolveu  nenhuma atividade. A prefeitura solicitou a revogação da lei e a Câmara Municipal de Jaboatão dos Guararapes, por unanimidade, revogou o projeto de autoria do Poder Executivo.

“O Senac não desenvolveu nenhum projeto na Escola Municipal Visconde de Suassuna, enquanto estava com o prédio. Agora, a Prefeitura detém novamente, mas queremos saber o que será realizado de hoje por diante. A população necessita cada vez mais de capacitação profissional e estudos”, comentou o vereador.