Quanto Vale O Amor?

02/01/19 às 14:11 – Por Sidha Moitinho / Colunista Blog do Andros

chuva

“O amor é um ciclo infinito de poder e o perdão uma fonte inesgotável de libertação”. Foto: Reprodução da Internet

Vivemos num mundo de enganos e desencantos, onde as coisas sempre foram mais importantes do que o ser. A própria humanidade é responsável por essa disfunção que afeta os indivíduos e perverte a coletividade, tornando a sociedade, muitas vezes, perigosa, sombria e sem afeição. Ainda criança, eu via os adultos magoados e decepcionados com as pessoas que amavam e tinham como amigas.

Na minha inocência eu não sabia mensurar o tamanho da dor que aquelas pessoas a minha volta sentiam quando feridas, porém sentia que era algo muito ruim de experimentar. Lembro-me da minha mãe dizendo: “De onde a gente menos espera é que sai.” Guardei aquelas memórias involuntariamente, fazendo careta e vivenciando as várias, e várias e várias vezes a maldade humana me atingindo em cheio. E sempre pesando… Eu agora aprendo a lição! Mas que nada! Ainda estou em processo de aprendizado. Mas ainda prefiro crer que o amor é o sentimento mais bonito deste mundo. O amor supera tudo!

Talvez você, caro amigo (a), esteja lembrando de alguém que o (a) magoou, o (a) abandonou no momento mais difícil da sua vida. Quem sabe, esteja sofrendo agora a dor e o vazio de ter amado sem correspondência? A sensação de ser deixado para trás é sem explicação. Apesar de tudo, não abra mão da sua essência, continue sendo quem você é.  Fique bem! A vida é feita de momentos que veem e que vão. Nada dura para sempre! Não precisamos de muita coisa para ficarmos bem depois de sermos machucados, somente exercitarmos o perdão. Libere o perdão quantas vezes doer e te revoltar.

O perdão, ao contrário do que pensamos, não é uma decisão sentimental ou emocional; perdoar é uma escolha racional e liberal, independente do que sentimos. Quando exercemos o perdão seja a quem for, independente do grau do mal sofrido, estamos fazendo bem a nós mesmos. O perdão objetivamente tem poder para nos curar, cortando os laços de alma que nos puxariam para o fundo do poço. É comprovado cientificamente que pessoas rancorosas que não perdoam, acabam desenvolvendo câncer e outras doenças que podem acelerar a morte. Têm pessoas que literalmente morreram de raiva, prefira estar bem longe desta estatística, liberando perdão e exalando amor. Você vale muito mais do que o mundo possa reconhecer! Tenha consciência do seu valor para Cristo JESUS TE AMA! O Mestre da Vida disse que a sua alma vale mais do que o mundo inteiro.

A sua alma é o seu verdadeiro EU. “O corpo para nada se aproveitará; a carne e nem o sangue não herdarão o céu.” Palavras do Messias. Tomemos consciência de que as pessoas a nossa volta sempre irão nos decepcionar, contudo, devemos continuar amando e acreditando no amor, perdoando para a paz permanecer dentro de nós. A questão não é o que outro é, o que ele faz, ou deixa de fazer,  e sim quem somos, o que fazemos, como fazemos e, ainda, o que deixamos de fazer! Deus criou os humanos para serem bondosos, solícitos, generosos, dando-nos ordem para produzirmos bons frutos, pois eles sempre voltarão para nós. Apenas boas sementes produzem bons frutos e ninguém pode colher antes de semear.

Nada melhor do que durante a jornada da vida, a bênção do Senhor Deus está constantemente sobre nós. Semeando amor, bondade, unidade e coisas afins, colheremos bons frutos para nosso bem estar emocional e espiritual, essa boa conduta nos levará a uma visão objetiva de também fazer pessoas felizes. O amor é um ciclo infinito de poder e o perdão uma fonte inesgotável de libertação. Pense como é maravilhoso, ter a certeza de que você só faz o bem; e se alguém devolveu ou venha a devolver a moeda avessa, não se preocupe, ainda assim o bem não te deixará, sua boa sementeira produzirá bons frutos que voltarão para você de qualquer jeito. As sementes podres não são suas, os frutos produzidos por elas, não serão para a sua colheita.

Não se esqueça de que mesmo, algumas vezes, entristecido (a), ferido (a), chateado (a), bravo (a), decepcionado (a), você terá na vida uma ótima jornada por decidir espalhar as sementes do amor com amor. Deus no céu honra a quem tem honra para honrar aos outros. Palavra do Senhor! Quando menina me perguntava: porque tenho que sorrir tanto? Porque tenho de ser assim meiguinha? Me sentindo desconfortável por perceber que as pessoas tinham reação estranha a minha. Então dizia , não quero viver com esse sorriso desenhado no rosto, feito uma boboca. Eu estava ali ferindo minha natureza, porque me sentia diferente e não correspondida. Intuitivamente me sentia desonrada pelos coleguinhas que não eram doadores do amor, entretanto, eu não tinha entendimento que o meu Criador me fizera para ser boa, generosa e inocente.

O que eu tinha dentro de mim era a maravilhosa chama do amor. Mas eu queria apagá-la por ter minha essência atingida pela indiferença dos outros. E a cada vez que tentava ficar de cara feia, carrancuda, concluía: “Não sei ser diferente de quem sou.” As crianças, os adolescentes podiam ser muito maus, naquele mundinho de criaturinhas consideradas inocentes, ninguém devolvia para mim sorrisos com amor e sinceridade. Apesar da pouca idade, também, já estavam fazendo a seleção das sementes que queriam semear.

Nesta época, lembro-me, também, que uma vez ou outra, um adulto dava-me palavras duras que me feriam, nesses momentos, meu sorriso se perdia em meio às lágrimas que eu, também, não queria derramar. Eu queria ser forte! Não chorar diante da afronta. O que eu não sabia era que ao viver a realidade daquelas emoções e sentimentos, estava desenvolvendo meu caráter para ser uma pessoa autêntica, sincera, corajosa, verdadeira, simpática e agradável, sem medo de mostrar que sou um ser humano com defeitos e qualidades, não melhor e nem pior do que ninguém, capaz de assumir minhas debilidades com menos dificuldades, coisa muito difícil para uma pessoa soberba, por exemplo. Não pense (risos): Nossa que metida! Devemos nos conhecer, e saber sobre nosso caráter e personalidade. Busque o auto conhecimento, isso é tudo que você precisa para eliminar suas limitações e potencializar seus pontos fortes.

Eu nasci em um lar muito protetor e com grande disciplina, também, eu ficava muito brava por minha mãe ser muito exigente, não entendia o significado de todas aquelas correções e o porque daquela proteção. Compreendo agora! Simplesmente, toda a minha educação familiar fez de mim a pessoa que sou hoje. Nunca será fácil crescer, dói muitas vezes passar pelos processos de amadurecimento que exigem responsabilidades maiores, mais comprometimento, mas acima de tudo, trás aprendizados e lições para não sermos como a maioria das pessoas preferem ser: egoístas, mimadas, interesseiras, espetaculosas, falsas, medíocres… Precisamos pensar com clareza: O amor tem valor incalculável, a amizade é um tesouro infindável, não importa quantas vezes tenhamos sido negligenciados, frustrados, enganados, mal interpretados, somos quem somos, ninguém tem o direito de tirar o valor de sermos quem somos dentro do código universal do amor.

Agora: Se uma pessoa tem desvios de conduta, não precisamos e não devemos machucá-la para nos sentirmos melhor, vamos amá-la até o fim, mesmo que tenha de ser de longe, até que um dia ela encontre o verdadeiro amor, aprenda que uma amizade não tem preço, que o amor é algo divino e que só é feliz quem ama verdadeiramente. Devemos investir amor e sensibilidade em nossos relacionamentos, sejam eles: pessoais, familiares ou profissionais.

Até quando nos comunicamos com um estranho, devemos exalar amor e respeito. Ninguém pode ser feliz sozinho! O amor existe para unir pessoas e não coisas. Sejamos sábios, fazendo todo possível para tornar as pessoas felizes, contudo, pedindo a Deus discernimento para não sermos enganados e depois abusados por pessoas que só querem usar as outras e depois jogar fora. Até mesmo o Deus Criador só investe nas pessoas que vão a Ele com sinceridade. Mas isso não significa que devemos sair por aí desprezando as pessoas que possuem caráter duvidoso, doente, disfuncional. Seja prudente e analise o ambiente, estude o comportamento das pessoas a sua volta, se cuide para não ser roubado emocionalmente pelos ladrões de almas, aqueles que são denominados de manipuladores.

Devemos estar atentos a nós mesmos, não podemos consentir que exista dentro de nós a presença de ervas daninhas como a inveja, a competição movida pela cobiça, a maldade dos maus pensamentos, o desejo de vingança e a falta do perdão; esses sentimentos negativos não podem nos dominar; arranquemos todo o mal pela raiz. Não firamos a ninguém, e quando o fizermos involuntariamente, sejamos nobres e humildes, pedindo perdão e buscando consertar o estrago feito. O que a maioria das pessoas manipuladoras e maldosas não sabem, é que o mal que elas semeiam contra as outras pessoas, sem sombra de dúvida, um dia voltará para elas.

Imagina, plantamos uma semente de milho, dela nascerá uma pé de milho que produzirá uma ou duas espigas, cada espiga por sua vez produzirá umas centenas de outros caroços de milho, variando de acordo com sua espécie. O Senhor Criador revelou-nos- “Aquele que planta vento, colherá tempestade.”  Devemos refletir sobre tudo que fazemos ou temos a intenção de fazer ou, ainda, que nos omitimos, a recompensa virá de um jeito ou de outro, pois “com a medida que medimos seremos medidos.” Palavra do Senhor! Feridos, até podemos ser, mas vamos escolher não ferir. Vamos amar e contribuir com a vida de acordo com os princípios e valores de Cristo que, resumidamente, é o AMOR.

Não podemos terminar esta reflexão sem dar as mãos ao incrível Apóstolo Paulo que com generosas e profundas palavras nos deu a verdadeira revelação do que é o amor e o poder de amar.

1 Coríntios 13
Eu poderia falar todas as línguas que são faladas na terra e até no céu, mas, se não tivesse amor, as minhas palavras seriam como o som de um gongo ou como o barulho de um sino. Poderia ter o dom de anunciar mensagens de Deus, ter todo o conhecimento, entender todos os segredos e ter tanta fé, que até poderia tirar as montanhas do seu lugar, mas, se não tivesse amor, eu não seria nada. Poderia dar tudo o que tenho e até mesmo entregar o meu corpo para ser queimado, mas, se eu não tivesse amor, isso não me adiantaria nada.

Quem ama é paciente e bondoso. Quem ama não é ciumento, nem orgulhoso, nem vaidoso. Quem ama não é grosseiro nem egoísta; não fica irritado, nem guarda mágoas.
Quem ama não fica alegre quando alguém faz uma coisa errada, mas se alegra quando alguém faz o que é certo. Quem ama nunca desiste, porém suporta tudo com fé, esperança e paciência. O amor é eterno. Existem mensagens espirituais, porém elas durarão pouco. Existe o dom de falar em línguas estranhas, mas acabará logo. Existe o conhecimento, mas também terminará. Pois os nossos dons de conhecimento e as nossas mensagens espirituais são imperfeitos. Mas, quando vier o que é perfeito, então o que é imperfeito desaparecerá.

Quando eu era criança, falava como criança, sentia como criança e pensava como criança. Agora que sou adulto, parei de agir como criança. O que agora vemos é como uma imagem imperfeita num espelho embaçado, mas depois veremos face a face. Agora o meu conhecimento é imperfeito, mas depois conhecerei perfeitamente, assim como sou conhecido por Deus. Portanto, agora existem estas três coisas: a fé, a esperança e o amor. Porém a maior delas é o AMOR.

siSidha Moitinho é uma baiana que cresceu em Brasília, apaixonada por Pernambuco, mora em Jaboatão dos Guararapes há mais de 18 anos, cidade que ama e pela qual luta. É comunicadora social, bacharel em teologia, pastora, cineasta, coordenadora literária e escritora. Sidha ama escrever para crianças, atualmente vem promovendo seu conto infantil ‘Paulinho e o Vento’.

Contato: sidha.moitinho@gmail.com

Um comentário em “Quanto Vale O Amor?

  1. Sandra Helena Queiroz Da Silva disse:

    Que Maravilha Sidha!
    Quando leio 1 coríntios 13, substitu-o a palavra Amor por Jesus.
    Vc já fez isso?
    Se não fez, faça! e verás que td de Amor é O próprio Jesus .
    Lindo!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s