CPRH divulga informativo de balneabilidade das praias de Pernambuco

24/12/18 às 11:57 – Por Djalma Júnior / Colunista Blog do Andros

cadeias

Candeias apresenta trecho impróprio para banho. Foto: Andros Silva

O verão chegou e as cidades litorâneas já estão lotadas devido à grande procura por sol, praia e um mergulho no mar. Mas para que as férias na praia não virem uma dor de cabeça, ou até uma dor de barriga, é importante conferir a balneabilidade.

Balneabilidade é a qualidade das águas destinadas à recreação de contato primário, ou seja, contato direto e prolongado com a água em situações como mergulhar, nadar, boiar etc. De acordo com a balneabilidade, as águas de determinada praia são classificadas como próprias ou impróprias para banho de mar.

O fator que influencia a balneabilidade é, basicamente, a densidade de coliformes fecais, microrganismos presentes nas fezes de animais de sangue quente e que servem como indicadores da poluição por esgoto, pois podem sinalizar a existência de outros microrganismos causadores de doenças.

Outro fator que influencia a balneabilidade são as chuvas, pois a drenagem da água da chuva em direção à praia lava as ruas carregando a sujeira presente para rios e para o mar, prejudicando a qualidade da água. É nesse período que há um aumento temporário da população litorânea, aumentando consequentemente a produção de esgoto.

Assim, o contato com água contaminada por esgotos pode expor os banhistas a uma série de microrganismos que podem causar sintomas e doenças que incluem, em geral, enjoos, vômitos, dores abdominais e infecções de ouvido, nariz e garganta, podendo se agravar para disenterias graves, cóleras, febre tifóide e hepatite A.

A CPRH divulga semanalmente um boletim que mostra a qualidade da água em pontos de 30 praias do litoral pernambucano. Avaliando as praias de Jaboatão dos Guararapes temos alguns trechos impróprios para o banho, como na Avenida Beira Mar, 606 (Hospital da Aeronáutica) e em Candeias na Avenida Bernardo Vieira de Melo com a Rua Aníbal Varejão.

djalmapDjalma Júnior é jaboatonense, morador de Cajueiro Seco há 42 anos, onde vem atuando de forma incansável por uma educação de qualidade e um meio ambiente equilibrado. É professor universitário, licenciado em Química pela UFPE e Tecnólogo em Gestão Ambiental pelo IFPE. Especialista em Gestão Ambiental pela FAFIRE, além de mestrando em Gestão Ambiental pelo IFPE.  É ambientalista defensor de várias pautas como a da economia circular, gestão dos recursos hídricos e mobilidade urbana. Aqui, entre outros assuntos, vai escrever sobre ciência, tecnologia e meio ambiente.

E-mail – djalmaufpe@gmail.com – WhatsApp: 9.8753-2857

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s