14/12/18 às 17:23 – Por Andros Silva 

A última sessão de 2018 na Câmara de Vereadores do Jaboatão terminou em confusão e acusações polêmicas. O vereador Marlus Costa foi acusado pelo colega de casa, Alberto Bezerra, de tentar extorquir o presidente da Casa Adeildo da Igreja. Messinho insinuou que os 27 parlamentares não teriam moral em pedir CPI para investigar o suposto superfaturamento no aluguel do Complexo Administrativo da prefeitura e Carlinhos da Carreta deu um chega pra lá no discurso cansativo do vereador Totô. O Blog do Andros prepara um Curto e Grosso especial, intitulado A VERGONHA DO ANO, destacando as principais falas e acontecimentos ocorridos nesta quarta-feira (14) no plenário da Câmara. Muita coisa aconteceu e precisa ganhar destaque em nossa página… Aguardem!

chamada
Câmara de Vereadores do Jaboatão foi palco de embates acalorados nesta quarta-feira. Foto: Reprodução