Entrevista: Sandra Queiroz – A ARTISTA PLÁSTICA Que Honra e Dignifica Jaboatão Dos Guararapes

 12/12/18 às 17:34 – Por Sidha Moitinho / Colunista Blog do Andros

sandra

Sandra Queiroz. Foto: Arquivo pessoal

A arte e a cultura fazem parte da humanidade, porém, é muito difícil viver da arte no Brasil. A personalidade convidada, apesar das muitas dificuldades, aguerridamente mantém sua alma ativa e criativa. Os dons e os talentos de Sandra Queiroz  borbulham, buscando o espaço que ela, como grande artista pernambucana merece ter na sua cidade, no seu estado, no seu país. A arte salta pelas pontas dos seus dedos para colorir o mundo dos nossos olhos e para cativar a nossa emoção. Sandra é apaixonada como todo bom pernambucano por sua terra e sua cultura. Esta grande artista merece o respeito e a admiração de todos nós.

Não pense que a falta de valorização ideal, para a maioria dos artistas, aplacam a esperança dessa brava mulher, muito pelo contrário, ela segue altaneiramente com seus pincéis, tintas e telas, armada de inventividades para fazer florescer a sua bela arte. Sandra Queiroz mora em Piedade, filha de Jaldeson Donato Queiroz e Dulcineia Costa Queiroz, divorciada, mãe de dois filhos, com uma netinha para mimar, escreveu sua história de vida com lágrimas, batalhas e fé.

Sua vida é cheia de superação e incentivos para qualquer pessoa seguir como exemplo. Se você está pensando em desistir, acreditando que a sua vida não tem mais jeito, que o melhor é morrer e junto enterrar seus sonhos… Sandra vai te levar a conhecer o Deus maravilhoso que mudou a vida dela e que está pronto para mudar a sua vida também. Ainda pequena, sem seus pais saberem, Sandra inocentemente tomava os golinhos de restos de bebida que os adultos deixavam no copo sobre a mesa de centro. A vida não era fácil no seu lar. O pai era alcoólatra, a mãe vítima da violência doméstica, portanto, não lhe davam o conforto espiritual que ela precisava para crescer e desenvolver-se com saúde mental e emocional.

jabo

Sandra é apaixonada como todo bom pernambucano por sua terra e sua cultura. Imagem/Arquivo pessoal

Ela conta, com um sorriso característico de sua personalidade alegre, um episódio interessante, desses que faz a gente de imediato formar um quadro na imaginação, como que assistindo a um filme: “Por volta dos sete anos, comecei a desenhar, me lembro do casarão centenário onde a gente morava, onde literalmente eu desenhava a Turma da Mônica nas portas e nas paredes. Mamãe me deu umas boas surras pelas travessuras. Mas seu coração era bom, um dia ela saiu e comprou um monte de material para eu continuar desenhando.” (Risos).

A artista recorda os detalhes da sua caminhada, vendo, também, nas sombras das lembranças que a vida é feita de altos e baixos, pois a vida e a pintura são compostas de luzes e sombras, e são suas intercalações que nos fazem enxergar a real beleza das coisas, como o belo da nossa existência. Apesar de todo seu otimismo, Sandra Queiroz diz que, muitas vezes, o artista para sobreviver não pode pintar só o que gosta, seu estilo é o Surrealismo com Abstracionismo, pois ama as formas que podem criar suas próprias formas na imaginação criativa de cada um.

Com tom meio tristonho, sublinha que as pessoas de modo geral só gostam de casinhas, florais, paisagens, porém firmemente completa: “É muito bonito, mas não é o que eu gosto!” A artista diz que em Jaboatão não existe incentivo para os artistas plásticos, que não conhece nenhum projeto da Secretaria de Cultura para beneficiar, motivar e dar condições de trabalho ao artista local, também, não existe espaços públicos destinados para exposições aonde o pintor possa divulgar e vender suas produções. Ela acredita que a prefeitura poderia criar espaços para que os turistas pudessem conhecer a cultura e os artistas plásticos locais, por meio de exposições coletivas.

Quando pergunto a Sandra Queiroz sobre as batalhas da sua história, ela ressaltou que sua força interior vem da Luz Divina do amor de Cristo, diz, ainda, que sua vida deu muitas voltas e nas voltas da vida, passou a sofrer com seu próprio alcoolismo, por mais que se esforçasse para vencê-lo, era inútil, sempre voltava ao primeiro gole. Quantas orações? Quantos pedidos de socorro? O céu lhe parecia de bronze e a esperança uma estátua de marfim. Quando tudo parecia não ter mais jeito, uma janela no céu se abriu e um caminho no horizonte se revelou. Sabiamente, ela segurou a oportunidade e a sua vida ancorou no porto seguro do recomeço. Para ficar mais emocionante… Vamos ouvir esta garotona de cinquenta, nos contar no nosso bate bola como foi que a sua vida e sua arte sobreviveram aos sofrimentos.

queiroz

A artista diz que em Jaboatão não existe incentivo para os artistas plásticos, que não conhece nenhum projeto da Secretaria de Cultura para beneficiar, motivar e dar condições de trabalho ao artista local

Sidha Moitinho: Pernambuco é um estado apaixonante, qual foi o lugar deste estado encantador que teve o privilégio de receber o nascimento da grande artista e mulher, Sandra Queiroz?

Sandra Queiroz: Eu nasci em Recife, criada em Moreno, moro em Piedade… Apesar de alguns transtornos no inverno, me sinto bem servida na minha cidade com sua beleza e durezas. A praia de Piedade restaurada, o Shopping Guararapes, meu bairro que me favorece de muitas maneiras… Bem, sou feliz em Jaboatão dos Guararapes.

SM: Você relatou que a sua infância foi um período produtivo para sua criatividade no desenho. Algum desenho desta época te marcou em especial?

SQ: Entre onze e doze anos, desenhei a águia americana, foi ali que percebi que eu tinha domínio para desenhar, porque fiz a águia muito detalhadamente. Lembro, também, do desenho da igreja de Moreno.

SM: Seu primeiro contato com a arte foi através do desenho. Como sua pintura se desenvolveu?

SQ: Depois de casada, com dois filhos, meu ex-esposo, me perguntou: “Sandra, você quer fazer um curso de pintura, de desenho?” Eu respondi: Quero. Fui estudar com a artista plástica, Rejane Damorim, na época, diretora do Museu Murilo La Greca (em Recife). Antes dela, não tinha técnica, não conhecia as cores, as tintas nem os pincéis, só sabia pintar com lápis de cor.

SM: Outras oportunidades surgiram através dessas aulas?

SQ: Certo dia, uma moça lá no ateliê, perguntou: “Sandra, porque você  não vai para o extensivo de Belas Artes?” No Belas Artes, fiz os cursos de desenho em carvão, desenho com pastel, pintura em tela, só não quis fazer o de escultura. Fernando Lins, foi meu professor, passei dois anos aprendendo com ele. Através das técnicas aprendidas, passei a desenvolver meu trabalho.

SM: Neste período você chegou a fazer parte de algum círculo artístico?

SQ: Conheci vários artistas. Comecei a me socializar, a beber, frequentar festinhas. Ao lado de Fernando Lins, participei da Feira da Arte, que acontecia todas as terças, no Pina. Fiz parte dos Artistas Plásticos de Pernambuco. Nesse tempo, fizemos uma exposição coletiva.

qu

“A partir de 1990, não fiz mais nada, a não ser está dominada pelo alcoolismo”, revela Sandra.

SM: Depois de se tornar uma artista plástica, como descreveria essa fase?

SQ: Me deparei com a doença do alcoolismo, então parei, estagnei, não fiz mais nada! A doença foi crescendo, pois é progressiva. A partir de 1990, não fiz mais nada, a não ser está dominada pelo alcoolismo. Em 4 de maio de 2001, ingressei em Alcoólicos Ânimos (AA), e Graças a Deus, parei de beber, tive um encontro libertador com meu Salvador Jesus Cristo. Mas até chegar lá, foi um longo deserto a atravessar.

SM: Que coisa maravilhosa! Do fundo do poço, o Senhor Deus lhe deu uma nova chance. Após 4 de maio de 2001 o que de especial aconteceu para você como artista?

SQ: Como que do nada, em junho, fui convidada pela Associação dos Moradores do Conjunto Habitacional Dom Helder, onde moro, para dar aulas. Mas foi a mão de Deus me guiando para ocupar meu tempo. Comecei com 10 alunos, cada um pagando 15,00 reais.

SM: Que lindo! Deus, também, trabalha com a criatividade. Ele abriu uma porta para você passar os seus conhecimentos. E você já sentia desejo de ser professora de arte?

SQ:  Não! Foi o agir do Espírito Santo! Não imaginava que poderia passar meus conhecimentos, nem conhecia o Espírito Santo, mas Ele me guiou e eu consegui passar as técnicas para meus alunos. Todos ficaram muito felizes. Ao término das aulas na Associação, ninguém quis me deixar. Com a ajuda dos alunos, saí de lá para o meu ateliê. Cheguei a ter mais de 50 alunos, dava aula a semana toda.

SM: Você ainda dá aulas?

SQ: Em 2010, fechei meu ateliê, não por causa do alcoolismo, louvado seja o nome do Senhor!  Mas continuo dando aulas em meu apartamento, em casa de alunos, em espaços como igrejas, entre outros.

SM: Quando Deus faz uma obra, ninguém a desfaz! Conta-nos um pouco da trajetória da artista Sandra Queiroz que voltou a desenhar e a colorir as telas em branco.

SQ: Na Casa da Cultura, fiz uma exposição individual e mais duas com os alunos. Expusemos no Iapoatã Shopping, depois na Universidade Federal e na Faculdade Particular (FIR- Cachangá). Fiz uma exposição coletiva no Aeroporto. Na festa da Vitória Régia, tive a oportunidade de participar de uma gincana. Em 2011, coloquei um stand na Fenearte. Com o apoio da Emlurb, produzi trabalhos artísticos com papel reciclado, fiz muitos outros trabalhos.

SM: Como anda os planos para novos projetos?

SQ: Planejo novas exposições individuais, estou trabalhando em um novo projeto que busca através da arte o entendimento da conexão do nosso ser trinário. Estou orando a Deus para conhecer Paris, e em seguida, Versalhes, também, na França, cidade dos grandes mestres da pintura e abri o meu ateliê.

sandra

Sandra Queiroz pintando um dos cartões-postais do Recife, a Rua da Aurora.

SM: Além  de uma maravilhosa artista, Deus te deu o dom para cuidar de vidas. Como você realiza essa missão?

SQ: Eu trabalhei na triagem do Centro de Recuperação (Clínica Dom Paulo Garcia). Hoje faço parte da Igreja Episcopal, liderando o Grupo Despertar. Tomamos por base a Bíblia Despertar, que trabalha os 12 passos dos Alcoólicos Anônimos (AA), adaptados aos textos da Palavra de Deus. No Despertar, trabalhamos com pessoas com dicção (problema com o álcool, drogas), enfim, todo tipo de compulsão e vícios. Já temos 04 anos de trabalho.

SM: O que você quer dizer ao prefeito Anderson Ferreira, para que por meio da Secretaria de Cultura, as comunidades  possam  ter  oportunidade para desenvolver os talentos artísticos? Quem sabe até ganhar o mundo como artistas jaboatonenses?

SQ: Eu reivindico ao Senhor prefeito, um espaço público para ensinar pintura em tela para as comunidades, onde vários artistas plásticos pudessem dar aulas (devidamente tratados como artistas e profissionais), e que os alunos tenham o material necessário. Claro que tudo isso teria um belo e organizado planejamento de ação.

SM: E como seria este espaço?

SQ: O espaço seria delimitado, seguindo o modelo que é reservado para o projeto-Saúde da Cidade, claro que ambientado de forma diferente. Poxa, eles só pensam no corpo! E como fica a mente? Temos de pensar em dar para as pessoas em todas as idades, outras formas de sonharem, de se descobrirem importantes no mundo. Qualquer pessoa pode desenvolver sua essência com a ajuda necessária. A arte é uma ferramenta que o poder público deveria considerar indispensável, inclusive para ajudar a diminuir o ingresso de jovens e adolescentes nas drogas, no álcool e no crime.


Opinião Sidha Moitinho… Refletindo!

Como o poder público pode continuar sendo negligente em relação a arte e a cultura do seu povo? Quantos talentos desperdiçados por falta de oportunidade? Quantas pessoas poderiam ter um futuro brilhante se o Ministério da Educação e as secretarias de Cultura, entendessem a importância da essência de cada aluno na escola pública,  trabalhando com os alunos em turmas que agrupassem os portadores dos mesmos dons, a fim de trocarem experiências, adquirirem conhecimento e crescimento que os levem ao desenvolvimento da criatividade orientada da forma correta.

São ações simples que ajudarão a juventude a crescer intelectual e emocionalmente para serem vencedores na vida. E não estou pensando só na arte, mas também, no esporte, na formação de cientistas, juristas, empreendedores etc.  Eu mesma fui uma vítima desse sistema que não valoriza o aluno, que não busca conhecer o ser humano escondido dentro dele. Eu sempre fui diferente e sabia que dentro de mim tinha algo maior do que o que estava sendo conduzida para ser. E até hoje pago um preço alto, por lutar por minha essência. Um país que não valoriza os talentos artísticos, que não ensina o valor de um artista, deveria ficar de castigo.

A arte vem de Deus! Ele é ó maior artista do universo! Foi Ele quem deu cores e formas a tudo a nossa volta, fomos criados a Sua imagem e semelhança para sermos criativos e inventivos. Temos de resgatar a arte para o louvor da glória de Deus. Apadrinhe alguém que queira descobrir o artista perdido dentro dele. Poucos são os artistas que nascem ou nasceram dentro de um ambiente propício para seu desenvolvimento. Apoie Sandra Queiroz nos seus projetos em prol das comunidades. Deixo aqui, registrado, que Sandra Queiroz é uma grandiosa artista e um ser humano maravilhoso, ela é exemplar, humilde, competente, honesta. Sandra nasceu para brilhar como artista. O mais bonito da sua história, é que ela, também, nasceu para ensinar outras pessoas a brilharem e a outras a recuperarem suas vidas. Como poucos, esta artista sabe o valor de uma oportunidade e a importância de uma chance para recomeçar ou começar do zero.

Galeria: Conheça alguns trabalhos de Sandra Queiroz…

noronha

Tela: Fernando de Noronha. Técnica óleo sobre tela. Tamanho 50×60 cm

 

lamp

Tela: Cangaceiro. Técnica óleo sobre tela. Tamanho 50×60 cm

 

igreja

Tela: Igreja de São Bento, Olinda. Técnica óleo sobre tela. Tamanho 50×60 cm

 

surfe

Tela: Surfista. Técnica óleo sobre tela. Tamanho 50×60 cm


Fica a dica!

sandra

“Eu reivindico ao Senhor prefeito, um espaço público para ensinar pintura em tela para as comunidades, onde vários artistas plásticos pudessem dar aulas (devidamente tratados como artistas e profissionais), e que os alunos tenham o material necessário. Claro que tudo isso teria um belo e organizado planejamento de ação”.

Contato com Sandra Queiroz: (81) 98822-4374

siSidha Moitinho é uma baiana que cresceu em Brasília, apaixonada por Pernambuco, mora em Jaboatão dos Guararapes há mais de 18 anos, cidade que ama e pela qual luta. É comunicadora social, bacharel em teologia, pastora, cineasta, coordenadora literária e escritora. Sidha ama escrever para crianças, atualmente vem promovendo seu conto infantil ‘Paulinho e o Vento’.

Contato: sidha.moitinho@gmail.com

45 comentários em “Entrevista: Sandra Queiroz – A ARTISTA PLÁSTICA Que Honra e Dignifica Jaboatão Dos Guararapes

  1. Sandra Helena Queiroz Da Silva disse:

    Quero deixar aqui meus agradecimentos ao Blog do Andros e a colunista Sidha Moitinho por seu carinho e doçura.
    Muito obrigada a td equipe.

    Curtir

  2. Edjane disse:

    Conheço Sandra Queiroz, fui sua aluna. É uma artista talentosa e uma professora maravilhosa. Impossível não aprender com ela a sua arte! Você merece toda sorte do mundo.

    Curtir

  3. TADEU FERNANDO QUEIROZ disse:

    Boa noite!

    Eu sou Tadeu Queiroz, irmão dessa guerreira, Sandra Queiroz, a quem quero externar todo meu orgulho de tê-la como irmã e parabenisá-la por seu dom e fortaleza!!! Quero, também, agradecer à Sidha Moitinho, por está apoiando e buscando incentivos para a divulgação dos grandes talentos de Jaboatão dos Guararapes!!! Obrigado!!

    Curtir

  4. Maria jose Araujo (lilia) disse:

    Bom saber que Deus conduz a vida de uma antiga colega, e que a arte continua preenchendo todo seu viver, Deus nunca deixa só seus filhos, Parabéns

    Curtir

  5. João Barbosa Lopes Filho disse:

    Sandra e Shida são exemplos de vencedoras e agierridas mulheres, mas desejosas de ir adiante num melhor e mais amplo espaço de poder cultural para Jaboatão. Assim o Prefeito deve se manifestar sensível a causa tão nobre!
    Parabéns! Ótima reportagem!

    Curtir

  6. Tânia Maria Gomes Barbosa Gomes disse:

    A cada obra terminada vemos o talento dessa pintora! Parabéns Sandra, que Deus continue te abençoando! Vejo que para você, sua arte não tem limites, vai além das molduras! Vi sua arte na parede, é de parar e contemplar!

    Curtir

  7. Tereza seabra disse:

    Maravilha ,feliz por vc Sandra Queiroz, guerreira e compente conheço alguns trabalhos dela é maravilhoso, presenteie uma amiga com um de seus quadros ela amou, vá em frente, vamos ajudar sim. Somos todos irmãos que o Espírito Santo ti guie nesse sua caminhada bj

    Curtir

  8. Rafaelly Padilha de Queiroz disse:

    Lindo trabalho , Parabéns!

    Curtir

  9. sylvania silva da costa disse:

    TE DESEJO MUITO SUCESSO EM SUA VIDA QUE DEUS CONTINUI TE ABENÇOANDO MAS E MAS. TE AGRADEÇO PELO ENSINAMENTO DE PINTURA EM TELA QUE VC ME ENSINOU O QUE EU SEI HOJE SOBRE PINTURA TE AGRADEÇO MUITO OBRIGADA POR PASSAR SUA EXPERIENCIA OBRIGADA MESMO. SUCESSO SANDRA QUEIROZ VOCE MERECE. PARABêNS.

    Curtir

  10. Bhia Moreira disse:

    Exemplo de pessoa, fui sua aluna e sempre admirei sua capacidade de transmitir tudo que sabe. Que Deus te abençoe sempre..

    Curtir

  11. Rodrigo Rosa Pereira disse:

    Que honra poder ler esta matéria, com uma das pessoas que fizeram história na minha vida. Lembro bem a 16 anos atrás, eu começando misturando as tintas em uma tela de balões, pagando os 15$ que ele menciona… como o tempo passou! Sou grato por todos conhecimentos, momentos, RISADAS, e que bom que hoje posso ver este reconhecimento por quê de fato ela merece. Grande pessoa, grande artista e que esta abertura para a arte possa ser de fato concretizada nas gestões públicas. Parabéns!

    Curtir

  12. Marluce disse:

    Excelente artista ,seu trabalho retrata sua alma límpida e apaixonada.Espero que consiga realizar seus mais otopicos sonhos Sandrinha

    Curtir

  13. Fernandinho Gomes disse:

    Sandra Queiroz é uma artista dedicada às causas sociais. Sempre fez esse trabalho voltado para comunidade carente. Alguém que gosta do que faz! Parabens pelo sucesso! Que Deus continue abençoando e ampliando as bênçãos.

    Curtir

  14. Nadja melo disse:

    Parabens Sandra merece. Espero que o prefeito siga seu raciocino. E contrua um local para os artiistas plasticou darem aulas. Fui sua.aluna e see do see potencia. Boa sorte..

    Curtir

  15. Aldeci Oliveira Nery disse:

    Realmente a cultura de um modo geral no Brasil é um caminho árduo,mas quem vive dela e quem aprecia devemos nos unir para preservá-la.Parabéns pelo belo trabalho.

    Curtir

  16. Cristina Schobiner Dutra e Mello Emilio disse:

    Sandra é uma excelente professora de pintura em tela, suas obras são belíssimas e com detalhes que fazem a diferença, sou sua aluna e admiro esse dom que Deus lhe deu, sua paciência ao ensinar, superação e disponibilidade para passar seus conhecimentos, agradeço a Deus por sua vida.

    Curtir

  17. Avelino Cerqueira disse:

    Excelente artista plástica!

    Curtir

  18. Carmen Daniella Lima de Barros Melo disse:

    Sandrinha é uma querida. Tenho o prazer de te-la como amiga. Parabéns pelos belos trabalhos! Já sou fã! Um abraço fraterno pra você.

    Curtir

  19. Karina Carvalho disse:

    Sandra Queiroz,.além de todo talento que Deus lhe deu, ainda é uma pessoa maravilhosa sempre disposta a ajudar o.próximo.
    Parabéns Sandra! Beijos no seu coração.

    Curtir

  20. Frederico Dias Nunes disse:

    Sandra é minhacirmã na fé e frequentamos a mesma paróquia, a paróquia Bom Pastor. Tres coisas são visíveis, sua arte, sua fé em Cristo e sua preocupação com o seu semelhante.
    Creio nas possibilidades dela dar uma grande contribuição social caso tenha ferramentas para execução dos seus planos de alcançar pessoas através da arte, seu exemplo e compartilhamento da sua fé.

    Curtir

  21. Carminha disse:

    Excelente reportagem. Parabéns é um lindo testemunho de vida .

    Curtir

  22. Diana Moraes disse:

    A primeira professora de pintura em tela a gente nunca esquece. Amei, Sandra! Você merece, pois és uma profissional maravilhosa e uma pessoa encantadora. Sua simplicidade e entusiasmo sempre será seu carro chefe. Sempre meiga, paciente e atenciosa conosco em suas aulas. Obrigada por fazer parte do meu aprendizado, pois o que sei hoje tive o prazer de aprender com você no ontem. Cresci muito como artista graças aos seus conselhos e técnicas.
    Saudades!
    Sucesso!
    Beijos!
    Diana Moraes.

    Curtir

  23. Claudeny Spinelli disse:

    Que linda matéria. Que bom que podemos conhecer através de quem conhece arte, divulgar a arte dessa mulher maravilhosa Sandra Queiroz, que expressa tão ricamente a nossa história, não é? Obg a cada uma de vcs, pelo registro impecável. Parabéns ao blog do Andros.

    Curtir

  24. Maria Betânia disse:

    Muito legal, Sandra! Bela artista!

    Curtir

  25. Thais Livramento disse:

    Excelente profissional!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s