Jaboatão em Imagens: Padre Chromácio Leão!

10/12/18 às 15:44 – Por Andros Silva 

Na primeira publicação do Jaboatão em Imagens, o destaque ficou para um clique da linda praia de Candeias, na altura do Mercado do Peixe. Dando continuidade ao projeto, ressaltamos o Busto em homenagem ao Padre Chromácio Leão, que fica localizado numa praça conhecida vulgarmente como “Praça do Sarro”, esquina das ruas Padre Chromácio Leão e Bernardo Vieira de Melo, em Jaboatão Centro. Mesmo sem manutenção, placa informativa e pichada, o monumento ainda mantém sua imponência e encanta os olhos daqueles que diariamente caminham pelas vias de ligação aos bairros de Vista Alegre e Malvinas. Padre Chromácio foi fundador da primeira banda de música do município e sempre é lembrado nos principais eventos ocorridos na cidade.

padre-chromacio

Jaboatão em Imagens evidencia Padre Chromácio Leão. Foto: Andros Silva

Fogo atinge fábrica de celulose desativada em Jaboatão dos Guararapes

Espaço era usado para estocar pó de madeira, fios de cobre e plástico

10/12/18 às 13:47 – Do Diario de Pernambuco 

O Corpo de Bombeiros Militar atendeu, na madrugqada deste domingo, ao chamado de um incêndio na antiga Fábrica Portela, também conhecida como SEPASA,  em Jaboatão Velho. Segundo trabalhadores do local, a antiga indústria de papel e celulose esta fechada há dois anos, mas ainda estocava materiais como pó de madeira, pedras de chupo, fios de cobre, ferragens, borracha e plástico.

Os Bombeiros Militares encontraram um galpão de aproximadamente 1000m2 onde caldeiras e um complexo de esteiras estavam em chamas. Devido aos fortes ventos, focos se espalharam atingido outras áreas do fabrico.

Com o apoio de seis brigadistas particulares que trabalham para a empresa e utilizando do sistema de prevenção contra incêndio da fábrica, as chamas foram controladas. Calcula-se que foram utilizados 30 mil litros de água no combate. Não houve vítimas. O fogo atingiu duas esteiras, duas caldeiras, parte do material estocado e estrutura do galpão. As causas do incêndio serão investigadas pelo Instituto de Criminalística.

Prefeitura não troca lâmpada e moradora volta a procurar o Blog

10/12/18 às 12:29 – Por Andros Silva 

saron

Após dez dias, moradora ainda espera prefeitura trocar lâmpada queimada em sua rua. Foto: Cortesia

No primeiro dia deste mês, o Blog do Andros publicou a reclamação de Lyca Carvalho, moradora da rua Rosa de Saron, no Loteamento Olho D’água, Candeias. Ela contou que uma lâmpada queimada, deixa a via totalmente no escuro.

Entramos em contato, por meio da assessoria de imprensa, com a Prefeitura do Jaboatão, e até o momento não recebemos retorno e muito menos uma equipe foi enviada ao local para sanar o problema da leitora. Hoje faz dez dias, absurdo!

Leia também:
Fala leitor: Lâmpada queimada deixa rua Rosa de Saron, no Loteamento Olho D’água, Candeias, no escuro

Plano Diretor Ambiental: Não há como fugir deste tema

10/12/18 às 12:10 – Por Djalma Júnior / Colunista Blog do Andros

plano-diretor

Imagem/Alef Gabriel

O Plano Diretor Ambiental, representa uma grande ferramenta de planejamento estratégico para o meio ambiente. É a partir dele que podemos realizar um plano de ação para proteção ambiental no território municipal como também um plano de negócios que possa potencializar a economia local em bases sustentáveis.

O Plano Diretor Ambiental pode ser uma ferramenta efetiva no controle territorial e não deve ser confundido com o Plano Diretor que está previsto no “Estatuto das Cidades”. Ele se insere no Plano Diretor, porém pode ser executado de forma independente, sendo uma ferramenta de gestão.

É importante salientar que, cada cidade tem suas peculiaridades, sendo necessário tem que avaliar as cidades de forma isolada, levando em consideração a própria bacia hidrográfica a qual pertence.

Projetos de navegabilidade como o existente no Recife no Rio Capibaribe, apresentam soluções do ponto de vista turístico, mas também comercial onde grandes empresas poderão escoar seus produtos. É preciso preservar nos Rios o sentido de usá-los de forma sustentável.

A Lagoa Olho D’água, em Jaboatão dos Guararapes é um grande exemplo de descaso das nossas riquezas naturais. É um ecossistema de grande potencial paisagístico localizada na Bacia do Rio Jaboatão.

Considerada a maior lagoa urbana de formação de restinga do Brasil, é composta de uma fisionomia muito natural encontrando-se completamente inserida na estrutura urbana da cidade, ou seja, uma paisagem de águas inserida no sistema de águas da cidade e que interage dentro dos sistemas: ecológico, urbano e social, comprovando que o Plano Diretor Ambiental se aplica perfeitamente no cenário de recuperação dos usos múltiplos dos rios.

É necessária vontade política para a proposição de um Plano Diretor Ambiental para a Bacia do Rio Jaboatão e Lagoa Olho D’água. Um grande programa de revitalização integrada (educação ambiental, saneamento e gestão do lixo), invés de discussões isoladas e desarticuladas, dialogando com cidades vizinhas.

Ações como asfalto, saneamento ambiental e cobrir todo o município com médicos da família, são condições básicas para o ordenamento urbano numa perspectiva sustentável.

É preciso também que a Gestão Municipal e seus Parlamentares conheçam o território municipal e os impactos causados por cada ação definida nas Secretarias Municipais e na aprovação de projetos na Câmara. Será que meu projeto terá impacto ambiental negativo na cidade?

Por isso sugiro ao Município de Jaboatão dos Guararapes que seja inovador e crie o Plano Diretor Municipal, realizando um mapeamento ambiental do território, vinculando assim uma série de ações, como por exemplo educação ambiental em escolas públicas.

O Plano Diretor Ambiental é algo facultativo, mas que a depender da visão estratégica do gestor, poder se tornar lei com a consulta da sociedade civil e outros segmentos da sociedade através de audiências públicas.

djalmapDjalma Júnior é jaboatonense, morador de cajueiro Seco há 42 anos, onde vem atuando de forma incansável por uma educação de qualidade e um meio ambiente equilibrado. É professor universitário, licenciado em Química pela UFPE e Tecnólogo em gestão ambiental pelo IFPE. Especialista em gestão ambiental pela FAFIRE, além de mestrando em gestão ambiental pelo IFPE.  É ambientalista defensor de várias pautas como a da economia circular, gestão dos recursos hídricos e mobilidade urbana. Aqui, entre outros assuntos, vai escrever sobre ciência, tecnologia e meio ambiente.

E-mail – djalmaufpe@gmail.com – WhatsApp: 9.8753-2857

Com canal obstruído, rua Lago do Junco, em Piedade, fica inundada

O Blog mostrou o problema no dia 06, mas até o momento a Prefeitura do Jaboatão não se pronunciou sobre o assunto 

10/12/18 às 10:36 – Por Andros Silva 

junco-lago

Rua Lago da Junco ficou inundada com chuva desta madrugada. Foto: Cortesia

Com canal ainda obstruído e tomado pelo mato, bastou uma chuva rápida, para a rua Lago do Junco, em Piedade, ficar debaixo d’água.

No dia 06, o Blog do Andros mostrou a dura realidade dos moradores da localidade, que precisam conviver com o mau cheiro e alagamentos provocados por um canal entupido.

Leia também:
Fotos: Com mato alto e entupido, canal na rua Lago do Junco, em Piedade, prejudica estrutura de residências

“É triste acordar e se deparar com essa situação, não aguentamos mais o descaso com a rua Lago do Junco, mal choveu e a rua já está desse jeito, tivemos reportagens e até agora nada.

O que queremos é uma providência, não podemos ficar nessa situação. Eu não tenho mais vontade de comprar nada pra minha casa. Minha geladeira, é o ano todo no tijolo”, comenta indignado um dos moradores. O Blog do Andros ainda aguarda resposta da prefeitura.

jun

A chuva que caiu nesta madrugada deixou a rua Lago do Junco alagada. Moradores precisaram pisar na água suja para conseguir ir ao trabalho. Foto: Cortesia