DG Daniel Guimarães: Uma história de Superação – O Amor Que Vence

08/10/18 às 09:57 – Por Sidha Moitinho / Colunista Blog do Andros

índice3

O futebol perdeu um jogador talentoso, mas o reino de Deus recebeu um cantor de uma musicalidade forte, edificante, e extremamente desejável aos ouvidos. Foto: Divulgação

Como num piscar de olhos a família Guimarães foi afligida por uma perda irreparável. Como explicar para três crianças que a mãe delas que foi dormir feliz, cheia de vida e de planos, não acordaria? Daniel DG Guimarães, tão-somente aos 9 anos se viu sem chão, sem luz, sem cor… Os olhos brilhantes de Rita Adla, sua mãe, nunca mais refletiria a alegria da sua presença. Uma dor imensurável o acompanharia dali para frente… DG relembra as muitas vezes que debruçou sobre seus joelhos e chorou amargamente… O tempo não parou, e o menino ferido pouco a pouco foi crescendo no aconchego dos braços amorosos da avó, dona Flordenisse.

O cantor revendo as imagens do seu passado suspira aliviado, dizendo docemente que apesar da grande perda de sua mãe, teve uma infância feliz… Ainda mergulhado em suas memórias, ele afirma tranquilo que Deus o guardou a cada passo do seu caminhar e que por isso, ele é um jovem sarado. DG é coerente, humildemente reconhecendo a bondade de Deus abrindo portas para ajudá-lo a superar seus traumas. A vida se fez colorida outra vez, quando seu pai, Damião Nascimento, o levou para morar em sua companhia e o matriculou numa escolinha de futebol.

cats-dg

Os dribles, as jogadas para o gol, a determinação para correr atrás da bola, e o desejo ardente de tornar-se um grande jogador, recheava suas noites de sonhos e de planos. DG teve experiências inesquecíveis em vários clubes, primeiramente no Bahia, e por último no Portuguesa Santista- SP. Não demorou em sua estrela brilhar, logo se tornando um jogador juvenil admirado, cercado por belas garotas, e com dinheiro no bolso. No entanto enfatiza o jovem cantor, nada disto lhe trazia verdadeira alegria, e nem preenchia o vazio do seu coração.

Nascido em um lar evangélico, confessa que o encantamento pelo mundo roubou seu entendimento de como o pecado é cruel. Ele testifica com gratidão, que Deus o parou para não perdê-lo. Depois de uma lesão no joelho, DG voltou para casa da sua avó em Salvador. Depressivo, não tinha mais forças para lutar, uma desilusão amorosa também o machucara profundamente. “Um amigo, vendo sua dor, o convidou para ir a igreja Renascer, onde teve um reencontro com o Salvador Jesus.” O baiano se redescobriu, se reinventou e com muito estilo e criatividade, refloresceu através de outros talentos gravados em seu DNA.

índice2

DG em uma de suas apresentações. Foto: Divulgação

Sob a dimensão espiritual de um amor maior e real, vislumbrou uma nova porta abrir. O futebol perdeu um jogador talentoso, mas o reino de Deus recebeu um cantor de uma musicalidade forte, edificante, e extremamente desejável aos ouvidos; seus acordes musicais afinam as cordas do coração e da alma de quem é adorador. DG é dono de uma belíssima voz e de uma presença de palco marcante. Sua primeira aparição para o grande público aconteceu na marcha para Jesus em Salvador. Ele entende que Deus não cabe numa caixinha de preconceitos e conceitos meramente humanizados, mas que em sua soberania age de muitos modos.

A prova disso é: Deus levantou a Ivete Sangalo para evidenciar seu potencial vocal. Além da oportunidade de estar no mesmo palco com a estrela baiana, DG ensaiou no estúdio de Carlinhos Brown. O cantor gospel, DG Daniel Guimarães flui jubilosamente com aproximadamente 11 mil seguidores que aumenta a cada dia. Graças a sua seguidora celebre, Ivete Sangalo, ele foi surpreendido com um boom na internet. Atualmente DG Guimarães promove a música ‘Meu Querer” (que pode ser ouvida através do link… https://www.youtube.com/watch?v=jrp7E6_3y_c . ) Música de sua autoria com a parceria de Amós Franklin. DG com seu sotaque agradabilíssimo, encantadoramente sorrir, e responde as perguntas:

Sidha Moitinho – Como você veio morar no Recife?

índice

Cantor entende que Deus não cabe numa caixinha de preconceitos e conceitos meramente humanizados. Foto: Divulgação

Daniel Guimarães – Fui convidado para participar de um retiro de 4 dias e acabei sendo adotado pelos meus pastores, hoje meus pais do coração, Renê Cavalcante e Elizana Cavalcante. Moro com eles há 3 anos e meio.

SM – Qual é seu o lugar preferido em Recife?

DG – Marco Zero

SM – Qual é a sua comida pernambucana preferida?

DG – Tapioca com carne de sol, amo!

SM – Entre Bahia e Pernambuco, voltaria ou ficaria?

DG – Amo Salvador a terra do meu nascimento, amo Recife a terra do meu acolhimento.

SM – Você tem alguma formação musical?

DG – Recebi o dom divino e toco bateria. Observo os cantores que gosto. Preto no Branco, Tales, e Eli Soares são os meus preferidos. Meu estilo musical é Black Soul (adoração worship), influência da música negra americana.

SM – Como brota sua inspiração?

DG: Minha inspiração vem de Deus, canto para Ele por Ele. O meu louvor é a expressão da minha gratidão a Jesus por ter me salvado e transformado a minha história.

SM – O que diferencia um cantor secular de um cantor Gospel?

DG – A santidade é o ponto de partida para adorar a Deus. Para tanto me mantenho dia a dia em conexão com Jesus. Todas as manhãs, ouço louvores, mensagens cristãs motivacionais, leio textos bíblicos, oro, jejuo. Enquanto o cantor secular vive para si.

SM – Um sonho e um desafio:

DG – Cantar para Deus diante de multidões mundo a fora, conquistar premiações relacionadas a música gospel. Meu desafio, (risos) cantar em inglês.

SM – Qual é a sua missão de vida?

DG – Ganhar os adolescente e os jovens para Cristo através do meu louvor e do meu testemunho de vida.

SM – Como descreveria seu relacionamento com Deus?

DG – A Bíblia diz que não podemos tomar o nome Santo do Senhor em vão. Tenho meu modo pessoal de reverenciar, amar e respeitar ao meu Criador e Redentor, como também admirá-lo, submisso a toda a sua grandeza.

SM – Que mensagem deixaria para aqueles a quem deseja alcançar?

DG – Devemos amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos, desse modo seremos mais respeitosos, felizes e santificados. “JESUS TE AMA COMO AMA A MIM!” Aceite a Jesus Cristo como seu maravilhoso Salvador! Jesus é o melhor amigo que alguém pode ter.

siSidha Moitinho é uma baiana que cresceu em Brasília, apaixonada por Pernambuco, mora em Jaboatão dos Guararapes há mais de 18 anos, cidade que ama e pela qual luta. É comunicadora social, bacharel em teologia, pastora, cineasta, coordenadora literária e escritora. Sidha ama escrever para crianças, atualmente vem promovendo seu conto infantil ‘Paulinho e o Vento’.

Contato: sidha.moitinho@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s