Disputa por paternidade!

Requalificação da rua Murilo Braga, em Cavaleiro, cria situação constrangedora entre vereadores da oposição e situação. Entenda!

19/08/18 às 01:50 – Por Andros Silva

murir

Rua em 2011, ainda sem asfalto e com mato alto. Foto: Google/Street View

Está rolando uma espécie de disputa entre os vereadores, Irmão Dodó das Chaves (oposição) e Irmã Babate (situação), pela paternidade do requerimento que deu origem as obras de requalificação ocorrida na rua Murilo Braga, via importante do bairro de Cavaleiro, por ser um dos acessos de ligação ao Hospital Nossa Senhora de Lourdes, entre outros pontos importantes da comunidade.

ba-an

Prefeito Anderson Ferreira e a vereadora em visita a polêmica obra de requalificação da Murilo Braga. Foto: Assessoria

A vereadora vem mostrando em vídeos publicados em sua conta no Facebook, as visitas a via. Numa das imagens, ela posa ao lado do prefeito Anderson Ferreira (foto acima), em outra afirma que a ação foi realizada através das solicitações enviadas ao executivo. “Obra realizada pelo prefeito Anderson Ferreira à pedido da vereadora Irmã Babate”, enfatiza trecho do texto escrito pela assessoria, divulgado na rede social.

mu

Rua Murilo Braga recebendo pavimentação. Foto: Divulgação

Dodó das Chaves, também no Facebook, postou fotos das exigências feitas para o Governo Municipal, atribuindo ao seu gabinete o pedido inicial para a realização das melhorias no passeio.

Porém, na mesma postagem, o parlamentar de forma sensata, reconheceu que “a rua é do povo, pedindo para os moradores “não agradecer a ninguém”, pois era “dever do Poder Público”, realizar a requalificação, “já que o dinheiro vem dos impostos pagos pela população”, faz sentido!

Puxando a sardinha para os seus, o prefeito Anderson Ferreira, claro, que não é besta, nem nada, fez questão de caminhar com Babate na localidade, tirando assim o rival oposicionista da jogada, que inclusive já reclamou do prefeito em outras oportunidades, acusando-o de ignorar suas súplicas.

Em busca de resposta exclusiva, para entender melhor o caso, entramos em contato com Dodó, no retorno ao Blog, se manteve no discurso “que a rua não tem dono” e adiantou que anseia ver a Murilo Braga completamente revitalizada, pois apenas um trecho foi melhorado. Veja!

Resposta:

“Prezado Andros Silva, a verdade é que a Rua Murilo Braga em Cavaleiro está sendo alvo de uma disputa sobre quem requereu a obra, por isso digo que a rua não tem dono. Eu destinei inclusive uma emenda parlamentar para que a rua fosse feita em toda a sua extensão e vamos cobrar por isso. Portanto, todos aqueles que lutaram por esta obra estão de parabéns. Não é privilégio apenas do prefeito ou de vereador A ou B. Muito obrigado”.

dododododo

De forma subentendida, vereadores se alfinetam em busca de paternidade da Murilo Braga. Fotomontagem: Blog do Andros

Em tempo… O Blog entrou em contato com a assessoria da Irmã Babate para saber o que a vereadora tem a dizer sobre o assunto.

Mãe dá à luz dentro do Terminal Integrado de Jaboatão

19/08/18 às 00:34 – Da TV Jornal 

eloa

Reprodução/TV Jornal 

No início da manhã do sábado (18), uma mulher deu à luz dentro do Terminal de Ônibus Integrado de Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife. Rayane Duarte Batista da Silva, 24 anos, que ia do bairro de Vila Rica para uma maternidade no Ibura, na Zona Sul do Recife, precisou fazer um parto de emergência no terminal de ônibus às 5h30.

De acordo com a cunhada de Rayane, Maiara Alessandra de Souza, a jovem estava a caminho da maternidade, acompanhada do esposo, quando sentiu fortes dores e entrou em trabalho de parto. O marido Deivid de Souza Pereira, 31 anos, e alguns passageiros que estavam na estação ajudaram Rayane Duarte a dar à luz a um menino em um dos bancos do local.

Samu

Gabriel é o quarto filho do casal, que está junto há 10 anos. Uma hora após o nascimento do bebê, uma ambulância do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) chegou ao local e levou a família para a Policlínica e Maternidade Professor Arnaldo Marques, no bairro do Ibura. De acordo com a família, mãe e bebê passam bem.