23/03/18 às 07:00

gu
Foto: Reprodução 

No ano passado os veículos de comunicação do Estado mostraram alguns dos valores exorbitantes das licitações abertas pela prefeitura de Sertânia, cidade localizada no Sertão pernambucano. Matérias publicadas na época davam conta de R$ 5.429.626,32 (Cinco milhões, quatrocentos e vinte nove mil, seiscentos e vinte seis reais e trinta e dois centavos) obtidos para uma eventual contratação de empresas para locação de veículos e máquinas destinadas ao atendimento das secretárias municipais. Ontem, uma leitora sertaniense, moradora do Jaboatão entrou em contanto com o Blog e disse que “na minha cidade (Sertânia) o prefeito fez uma licitação milionária para merenda escolar e serve para os alunos cuscuz seco”. O relato de Joseneide Luz mostra que nada mudou no calor do Sertão. E se mudou, foi para pior, pois agora são as crianças que estão pagando o pato. Eita Brasil véio sem porteira!

Por Andros Silva