28/02/18 às 12:00

A estatal pernambucana volta a dar sinais que as finanças não estão as mil maravilhas. Em 2015 o Complexo Industrial e Portuário de Suape realizou demissões em massa, com cerca de 45 mil trabalhadores dispensados da Refinaria Abreu e Lima e do Estaleiro Atlântico Sul. Atualmente atrasos de salários são registrados pelos funcionários, que antes recebiam dia 20 e até agora nada do ordenado. A esperança é que hoje (28) o “faz me rir” chegue a carteira do trabalhador.

Por Andros Silva